Menu
SADER_FULL
segunda, 22 de outubro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Policiais envolvidos em mortes podem ser expulsos

30 Jun 2004 - 15h59
O secretário de Justiça e Segurança Pública, Antônio Braga, disse há pouco, em entrevista na convenção do PDT, que será avaliada a possibilidade de expulsão de policiais militares que atuaram na perseguição que resultou na morte de dois rapazes na noite de domingo em Campo Grande. Na segunda-feira, cinco militares foram afastados do policiamento enquanto inquérito policial militar apura os fatos.
No episódio, foram mortos Cristiano Oliveira, de 18 anos, e Wanderson de Sousa, de 24 anos, e duas adolescentes foram baleadas- uma no ombro e outra de raspão. Braga voltou a considerar o episódio como um acidente e contemporizou alegando que muitos traficantes vêm para atuar o Estado. Ele citou ainda o fato de o carro perseguido, um Omega, estar com insulfilm, o que impediu a visualização pelos policiais.
Braga afirmou que a Polícia Militar não irá acelerar o ritmo de apuração, destacando a necessidade de consideração dos dois lados.
Ao citar a atuação de traficantes, o secretário citou a introdução de drogas para tráfico em vacas, fato que o DOF (Departamento de Operação de Fronteiras) já tinha admitido a investigação mas negou prisões ou prova de que tenha ocorrido.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CIENCIA
A estranha imagem 'que se move' e intriga a internet
DOURADOS - UNIPAR EAD
UNIPAR EAD com cursos de Educação Física, Letras, Marketing e mais 22 cursos, Confira todos aqui
ASSALTO A ONIBUS
Bandidos fortemente armados roubam três ônibus de turismo na BR-116
ACIDENTE FATAL
Mulher morre após colidir e capotar carro; veja vídeo
EMBRIAGADO
Condutor bêbado atropela duas crianças na calçada; menina de 7 anos morreu
NOVELA GLOBAL
'Minha mãe me usou, me prostituiu', lamenta Karola em 'Segundo sol'
SERÁ?
Bolsonora se assume candidato a ditador e oferece aos opositores a cadeia ou o exílio
DISPUTA ACIRRADA
Vox Populi: Distância cai para 6 pontos
AGRESSÃO
Justiça manda penhorar bens de Dado Dolabella para pagar indenização a camareira agredida
HOMICÍDIO - 17 TIROS
Empresário é morto com 17 tiros; acusados estão detidos