Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 23 de abril de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Polícia prende suspeito de agredir e trancar mulher por 3 dias em MS

14 Set 2013 - 09h13Por G1

A Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) prendeu no fim da tarde dessa sexta-feira (13) um suspeito de agredir a mulher e deixá-la trancada por três dias dentro de casa, no bairro Nova Campo Grande, na capital sul-mato-grossense. De acordo com a Polícia Civil, ele foi preso enquanto prestava depoimento em inquérito sobre outro caso de violência doméstica com a mesma vítima.

Segundo informações da Polícia Civil, o homem de 37 anos recebeu nesta semana intimação para depor na Deam em um dos seis procedimentos que há contra ele, e após assinar o documento, passou a espancar a mulher de 48 anos.

Conforme a delegada Marília de Brito Martins, o suspeito enforcou a vítima, depois tentou esganá-la com toalha molhada e por fim, tentou asfixiá-la com edredom. A autoridade policial contou ainda que o homem quebrou vários objetos da casa, jogou alguns sobre a vítima, entre eles um ferro de passar roupa que acertou o rosto da mulher.

Ainda segundo as informações da delegada, a vítima tentou telefonar para a mãe, mas o suspeito viu, quebrou o aparelho de celular dela e colocou fogo. Depois disso, o homem trancou a casa, manteve as chaves com ele e proibiu a mulher de sair do local.

Na tarde dessa sexta-feira, o suspeito foi para a delegacia prestar depoimento e deixou a mulher trancada em casa. Enquanto ele fazia declarações, os policiais receberam denúncia anônima sobre o cárcere privado, foram ao local, arrombaram a casa e libertaram a vítima.

De acordo com a Polícia Civil, o homem foi autuado em flagrante por lesão corporal (violência doméstica), ameaça, desobediência e sequestro e cárcere privado, sendo levado em seguida para o Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande.

A Deam informou que a mulher já havia denunciado o marido seis vezes por violência doméstica desde 2009 e já tinha medidas protetivas, as quais não foram respeitadas pelo suspeito.

À polícia, a vítima relatou que por conta das agressões vomitou sangue e não recebeu nenhum socorro do marido.  Ela foi encaminhada pela Polícia Civil ao posto de saúde, onde foi medicada e passou por exames de lesão corporal. Em seguida ela foi levada para o Centro de Atendimento à Mulher, onde recebeu atenção especial.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COMOÇÃO NAS REDES SOCIAIS
Morte de criança de 11 anos e de universitária em batida de carro causa comoção
IMAGENS FORTES
Homem se joga dentro de carro em chamas e morre após suposta traição da mulher
MENORES INFRATORES
Família de motorista de aplicativo rastreia carro e ajuda a desvendar crime bárbaro
POPULAÇÃO AGIU
Deficiente físico que vendia amendoim é assaltado
CAMPO BELO RESORT - PACOTE DIA DAS MÃES
Campo Belo Resort com pacote especial para Dia das Mães, confira e faça sua reserva
REVOLTANTE
Menina de seis anos que sumiu enquanto dormia é achada morta
100 GREVE
Governo fecha acordo com caminhoneiros e evita paralisação
CRÔNICA DA SEMANA
CRÔNICA DA SEMANA: 'Precisamos redescobrir o Brasil', por Luciano Gazola
CRUELDADE
Criança tinha o pênis amarrado com elástico e era torturada pelo pai e a madrasta
MORTE TRÁGICA
Adolescente de 13 anos morre após sofrer queda de bicicleta