Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 21 de novembro de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Polícia prende acusados de dar golpes em clientes do BB

15 Jul 2004 - 09h25
Policiais da Delegacia de Roubo a Bancos do Deic (Departamento de Investigações Sobre o Crime Organizado) prenderam em São Paulo cinco pessoas acusadas de desviar dinheiro de clientes do Banco do Brasil pela internet. O grupo faturava no mínimo R$ 70 mil por semana com os golpes.

O homem considerado líder do grupo, Anderson Silva, 33, foi preso em Jaú. Os outros envolvidos foram presos na Cidade Patriarca, na zona leste de São Paulo: a ex-mulher de Silva, Márcia Soares de Jesus, 32, Marinaldo da Silva Resende, 33, e o casal Kleber Scheffer da Silva, 29 e Bianca Correia Scheffer, 27.

Com o grupo foram apreendidos R$ 56 mil em dinheiro, uma Pajero, uma Zafira, dois Fiat Stilo, um Gol, uma Strada e uma motocicleta. Além disso foram seqüestrados dois imóveis, de cerca de R$ 300 mil cada um. Os bens ficarão à disposição da Justiça.

O Deic começou a investigar o grupo há três meses, quando foi procurado pelo Banco do Brasil. Agora serão realizadas perícias nos cinco computadores e diversos CDs também apreendidos para identificar os clientes lesados e se há a participação de outras pessoas.

Golpe

De acordo com o Deic, os hackers conseguiam quebrar o protocolo de segurança de provedores de internet. Com isso, os clientes que tentavam acessar a página do banco eram remetidos para uma página espelho.

Na página, os clientes digitavam seus dados, número da conta e senha. Ao confirmar, a página exibia um aviso de erro e jogava o cliente para a verdadeira página do banco. Porém, um programa já havia gravado as informações da vítima.

Para sacar o dinheiro desviado, o grupo oferecia cerca de R$ 150 para correntistas do banco "alugarem" suas contas. O correntista então fornecia o cartão e a senha para que os criminosos sacassem o dinheiro, que era transferido pela internet. Os saques ocorriam geralmente no final ou início do expediente.

Segundo o delegado Rui Ferraz Fontes, cerca de 500 pessoas "alugaram" suas contas para os criminosos e podem responder por estelionato. Os cinco acusados responderão por formação de quadrilha e estelionato.
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

BOA NOTÍCIA
2020 terá o dobro de feriados prolongados; Confira as datas
CONSEGUIU
Estudante brasileiro mora na Bolívia pega 25 veículos para passar por bloqueios e chegar até fronteira em MS
BORA PRA BONITO - MS???
Natal 'Amor em Família' é no Águas de Bonito, Hotel, Agência e Restaurante em um só lugar em Bonito
NOVELA GLOBAL
Em 'A dona do pedaço', Yohana desmascara Camilo e ele a ameaça
BRASIL MEDONHO
Moradora de rua é morta a tiros por homem ao pedir R$ 1
SAUDE
Homem para de fumar e guarda dinheiro do cigarro para viajar, reformar a casa e mais
ORDEM E PROGRESSO
Mato Grosso do Sul tem a 6ª maior taxa de crescimento econômico do país
VÍDEO - CULTURA
Professor joga capoeira com aluno cadeirante e emociona web
MILAGRE
Glória Maria posta pela primeira vez após remoção de tumor: 'Hoje acredito em milagre'
DOENÇA TERRIVEL
'Que pena não ter realizado seu sonho, ver eu me formar', diz filha de Reinaldo, o príncipe do pagod