Menu
SADER_FULL
quinta, 21 de novembro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Polícia investiga morte de indígena 15 anos em Amambai

26 Mar 2007 - 09h05
A Polícia Civil de Amambai vai instaurar inquérito para apurar a morte de uma adolescente indígena de 15 anos ocorrido no final da tarde desse sábado no interior da Aldeia Amambai, uma das aldeias mais populosas da fronteira, situada a cinco quilômetros da cidade em Amambai.

Damile Ximenes foi encontrada pendurada por uma tira de pano amarrada em uma travessa de sua residência no interior da aldeia em uma situação que retratava, inicialmente, apenas mais um suicídio, fator corriqueiro nas aldeias indígenas da região, mas o que intrigou a polícia foi o fato que a menor apresentava uma grande perfuração, supostamente provocada por um golpe de faca, nas costas, o que indicaria, segundo a polícia, que ela poderia ter sido assassinada e os autores do crime teriam simulado o suicídio.

Segundo informações repassadas pelos pais da vítima a adolescente teria ficado na residência em companhia de sua irmã que não foi encontrada para se pronunciar sobre o acontecido. O caso será investigado.
 
 
 
 
A Gazeta News

Deixe seu Comentário

Leia Também

BOA NOTÍCIA
2020 terá o dobro de feriados prolongados; Confira as datas
CONSEGUIU
Estudante brasileiro mora na Bolívia pega 25 veículos para passar por bloqueios e chegar até fronteira em MS
BORA PRA BONITO - MS???
Natal 'Amor em Família' é no Águas de Bonito, Hotel, Agência e Restaurante em um só lugar em Bonito
NOVELA GLOBAL
Em 'A dona do pedaço', Yohana desmascara Camilo e ele a ameaça
BRASIL MEDONHO
Moradora de rua é morta a tiros por homem ao pedir R$ 1
SAUDE
Homem para de fumar e guarda dinheiro do cigarro para viajar, reformar a casa e mais
ORDEM E PROGRESSO
Mato Grosso do Sul tem a 6ª maior taxa de crescimento econômico do país
VÍDEO - CULTURA
Professor joga capoeira com aluno cadeirante e emociona web
MILAGRE
Glória Maria posta pela primeira vez após remoção de tumor: 'Hoje acredito em milagre'
DOENÇA TERRIVEL
'Que pena não ter realizado seu sonho, ver eu me formar', diz filha de Reinaldo, o príncipe do pagod