Menu
SADER_FULL
sábado, 21 de julho de 2018
PASSARELA
Busca
ITALÍNEA
Barbárie

Polícia investiga estupro coletivo de menina de 13 anos dentro de escola no interior do Rio

Suspeita é que 14 menores tenham praticado o crime cinco vezes em dois meses.

21 Jul 2017 - 13h52Por G1

A Polícia Civil de Bom Jesus do Itabapoana, no Noroeste Fluminense, investiga o caso de um estupro coletivo contra uma menina de 13 anos dentro de uma escola estadual da cidade. Segundo o delegado responsável pelo caso, Bruno Cleuder, a investigação aponta que a adolescente foi violentada por 14 estudantes dentro do Colégio Estadual Padre Mello.

Ainda de acordo com o delegado, o crime foi praticado cinco vezes em um período de dois meses, em maio e junho deste ano. A adolescente está tendo acompanhamento psicológico e psiquiátrico.

A Polícia Civil informou que o caso chegou na delegacia na segunda-feira (17), e foi denunciado por uma conselheira tutelar que ficou sabendo do crime por meio de uma aluna da escola. Segundo o delegado, as investigações indicam que a direção da escola sabia do caso e não procurou a Polícia Civil ou o Conselho Tutelar.

 
Bruno Cleuder contou para a reportagem da Inter TV que já conversou com alguns dos adolescentes suspeitos (Foto: Cléber Rodrigues/Inter TV)Bruno Cleuder contou para a reportagem da Inter TV que já conversou com alguns dos adolescentes suspeitos (Foto: Cléber Rodrigues/Inter TV)

Bruno Cleuder contou para a reportagem da Inter TV que já conversou com alguns dos adolescentes suspeitos (Foto: Cléber Rodrigues/Inter TV)

Bruno Cleuder contou para a reportagem da Inter TV que já conversou com alguns dos adolescentes suspeitos. "Alguns adolescentes assumiram o ato, outros afirmaram apenas que viram. Eles falam que tudo foi com o consentimento dela", disse.

O delegado explicou também que os crimes teriam acontecido na quadra da escola e até em uma sala de aula que não tem câmera.

Várias pessoas já foram ouvidas na 144ª Delegacia Legal de Bom Jesus e o inquérito está em fase de conclusão. De acordo com o delegado, os adolescentes podem responder por fato análogo ao crime de estupro de vulnerável.

Procurada pelo G1, a Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) informou em nota que a direção da escola e o Conselho Tutelar estão acompanhando o caso junto à Polícia Civil.

 
Segundo a Polícia Civil, o caso aconteceu no Colégio Estadual Padre Mello. (Foto: Cléber Rodrigues/Inter TV)Segundo a Polícia Civil, o caso aconteceu no Colégio Estadual Padre Mello. (Foto: Cléber Rodrigues/Inter TV)

Segundo a Polícia Civil, o caso aconteceu no Colégio Estadual Padre Mello. (Foto: Cléber Rodrigues/Inter TV)

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO BELO RESORT - PROMOÇÃO
Campo Belo Resort com promoção especial de 22 a 31 de julho, CONFIRA
NOVELA GLOBAL
Em 'Segundo sol', Karola descobre o paradeiro de Luzia e chantageia a DJ: Beto ou cadeia?
ACIDENTE FATAL NO BEACH PARK
Acidente no Beach Park, veja como é o brinquedo 'Vainkará' que matou turista
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
Fátima do Sul: O Boticário lança linha de cuidados masculinos e mostra que homens também se cuidam
ACIDENTES NAS ESTRADAS
Acidente grave: nove caminhões e um morto na BR-376
POLEMICA
Transexual é retirada algemada de banheiro público feminino em Araruama
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Remy agarra Luzia e Ícaro salva a mãe de ser estuprada
TURISMO PELO BRASIL E MUNDO
Indústria de Hotéis aguarda aprovação dos jogos para captar bilhões em produtos turísticos
AGORA EM DOURADOS - MS
UNIPAR EAD com cursos de Educação Física, Letras, Marketing e mais 22 cursos, Confira todos aqui
TRAGEDIA
Acidente chocante em Foz: casal morre na hora em batida