SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 19 de Fevereiro de 2018
RIO_DOURADOS
UNIPAR_468
14 de Junho de 2010 13h53

Polícia Federal deflagrou hoje "Operação Damasco" em MS

Dourados Informa

Foi deflagrada pela Polícia Federal, em Campo Grande, durante a manhã de hoje a "Operação Damasco", a qual teve início em fevereiro deste ano, após a Delegacia de Repressão a Entorpecentes da PF obter informações sobre a atuação de uma quadrilha da qual fariam parte Policiais Civis, razão pela qual desde o início houve o acompanhamento por parte da Corregedoria daquele órgão.

A Corregedoria da Polícia Civil já investigava a atuação de seus policiais na prática de concussão, que é o crime de extorsão praticado por agentes públicos, e a troca de informações entre as polícias federal e civil propiciou um melhor andamento para as duas investigações.

A informação inicial dava conta do envolvimento dos policiais civis Cleber Sebastião da Silva Magalhães e Mahmod da Silva Degaiche com uma quadrilha que traficava cocaína oriunda da Bolívia e era trazida de Corumbá para Campo Grande, onde parte da droga era distribuída e outra parte era enviada para outros estados.

Integrantes da quadrilha já estavam presos, como é o caso de Daniel Gomes da Silva, preso em flagrante pela Polícia Federal em Corumbá quando transportava 10,89kg de cocaína, em setembro de 2009.

A esposa de Daniel, de nome Marileine Gouveia da Rosa, foi presa pelo DENAR (Polícia Civil), também por tráfico, no início de fevereiro deste ano. Apesar de preso, Daniel continuava articulando ações criminosas através de contatos por telefone celular e Marileine obteve liberdade no dia 31 de março, retomando suas atividades criminosas.

Daniel e Marileine contratavam o serviço do Policial Civil Cleber, sendo que com base nas investigações efetuou-se a prisão do mesmo no dia 11 de abril deste ano, quando transportava pouco mais de 14 kg de cocaína. Cleber teria sido apresentado ao casal de traficantes por Degaiche.

As investigações apontaram ainda a participação de J. R. C e de Renato Vilalva Rosa, filha e sobrinho de Marileine.

Outra prática criminosa que foi detectada no curso das investigações foi a importação ilegal de CDs e DVDs. O material era trazido de Pedro Juan Caballero – Paraguai - por outros policiais civis que atuavam sob a coordenação de Degaiche, que atendia às encomendas de Wilmar Tebaldi da Roza.

WILMAR era proprietário de uma fábrica de CDs e DVDs piratas que eram distribuídos no comércio de Campo Grande, tendo sido preso em flagrante nesta manhã quando foi comprovada a existência da fábrica em cumprimento a um mandado de busca em sua residência. O envolvimento de WILMAR com o grupo refere somente ao crime de contrabando.

Quanto à prática de concussão, foram levantadas provas durante as investigações que confirmam tal prática criminosa, novamente liderada por Degaiche. As provas obtidas serão repassadas para a Corregedoria da Polícia Civil que já apura o caso, tendo, inclusive, parte dessa apuração originado a operação do GAECO (Ministério Público) que prendeu os policiais Degaiche e Delson Silva e Silveira no dia 26 do mês passado

Hoje foi dado cumprimento a um total de sete indiciamentos por tráfico, dos quais quatro já se encontravam presos e três foram presos em cumprimento a mandados de prisão preventiva expedidos pela Justiça Federal.


Foram presos hoje:

Wilmar Tebaldi da Roza.

Renato Vilalva Rosa.

Marileine Gouveia da Rosa e sua filha J.R.C.


Pessoas que já se encontravam recolhidos ao Sistema Prisional e que serão conduzidas até a sede da Policia Federal para prestarem depoimentos:


Daniel Gomes da Silva

Adilson Teixeira Alecrim

Mahmod da Silva Degaiche

Cleber Sebastião da Silva Magalhães.


Comentários
Veja Também
LISTINHA_ONLINE
LIMIT ACADEMIA_BOTTON
LOJA_02
Últimas Notícias
  
FARMÁCIA_CENTROFARMA_300
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.