Menu
SADER_FULL
sábado, 16 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Polícia Federal abre inscrições para concurso na segunda

24 Jul 2004 - 10h18
O Departamento de Polícia Federal (DPF) do Ministério da Justiça realizará este ano o maior concurso de toda a história da instituição. Ao todo, serão 3.684 vagas para delegados, agentes, escrivães e peritos criminais. As inscrições estarão abertas a partir do dia 26 de julho. Para o Mato Grosso do Sul estão reservadas 182 vagas. Sendo 24 para delegados, 111 para agentes de polícia, 32 para escrivães e 15 vagas para peritos.

Os testes eliminatórios e classificatórios começam em 9 de outubro e vão até o início de janeiro de 2005, quando a primeira turma de aprovados nesta etapa inicial passará à segunda fase do concurso, o Curso de Formação Profissional da Academia Nacional de Polícia, no Distrito Federal.

A remuneração é de R$ 7.965,91, para delegados e peritos criminais, e R$ 4.357,67, para agentes e escrivães.

As inscrições podem ser feitas pelo sitio http://www.cespe.unb.br, entre 10h de 26 de julho e 20h de 15 de agosto. A taxa de inscrição é de R$ 115,00 para candidatos a delegado e perito e R$ 90 para agente e escrivão. O telefone do Cespe/Unb para informações é (61) 448-0100.
 
RMT Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat