Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 24 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CONTAINER
Brasil

Polícia Federal abre 182 vagas em Mato Grosso do Sul

22 Jul 2004 - 14h19
 

O Departamento de Polícia Federal (DPF) do Ministério da Justiça realizará este ano o maior concurso de toda a história da instituição. Ao todo, serão 3.684 vagas para delegados, agentes, escrivães e peritos criminais. As inscrições estarão abertas a partir do dia 26 de julho. Para o Mato Grosso do Sul estão reservadas 182 vagas. Sendo 24 para delegados, 111 para agentes de polícia, 32 para escrivães e 15 vagas para peritos.

Os testes eliminatórios e classificatórios começam em 9 de outubro e vão até o início de janeiro de 2005, quando a primeira turma de aprovados nesta etapa inicial passará à segunda fase do concurso, o Curso de Formação Profissional da Academia Nacional de Polícia, no Distrito Federal.

A remuneração é de R$ 7.965,91, para delegados e peritos criminais, e R$ 4.357,67, para agentes e escrivães.

As inscrições podem ser feitas pelo sitio http://www.cespe.unb.br, entre 10 horas de 26 de julho e 20 horas de 15 de agosto. A taxa de inscrição é de R$ 115,00 para candidatos a delegado e perito e R$ 90 para agente e escrivão. O telefone do Cespe/Unb para informações é (61) 448-0100.

 

Ministério da Justiça

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDOFILIA
Babá de 15 anos recebia dinheiro para ter relações com patrão
PREOCUPANTE
Mineradora declara situação de emergência em barragem de Araxá
INTOLERANCIA RELIGIOSA
Delegado solicita ida à casa do 'BBB 19' para interrogar Paula, investigada por intolerância
RESUMO DAS NOVELAS
Mercedes convoca Murilo para uma conversa
CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico