Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 16 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Polícia fecha duas casas de prostituição durante operação em Angélica

21 Out 2010 - 16h00Por

 

Na última sexta-feira (15), no Distrito de Ipezal, município de Angélica, foi deflagrada a chamada Operação Vênus, visando reprimir crimes relacionados à prostituição, tráfico de drogas e venda de bebidas a crianças e adolescentes.

 

Após investigações e representação da Autoridade Policial, o Poder Judiciário determinou a busca e apreensão e duas casas de prostituição daquele distrito.

 

O “Bar Toca da Onça” e a “Boate do Carlão”, ambas situadas na Avenida Presidente Getúlio Vargas, foram fechadas. Seus proprietários, M. O. B. (31) e R. C. da S. (51) foram presos em flagrante pela prática do crime de “favorecimento da prostituição”.

 

Dois homens flagrados no “Bar Toca da Onça” portavam armas. A. de J. (82) foi preso em flagrante por “porte ilegal de arma de fogo”, pois carregava na cintura um revólver, calibre .38. R. P. M. (29), foi encontrado com uma peixeira, com lâmina de 15 cm, e responderá, em liberdade, pelo delito de “porte de arma”.

 

Os presos foram recolhidos às celas provisórias da Delegacia de Polícia de Angélica, onde permanecem à disposição da Justiça.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat