Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 17 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Polícia do Paraguai mata a tiros líder de grupo armado

4 Set 2010 - 08h24Por Dourados News

Gabriel Zárate Cardozo, um dos homens mais procurados do Paraguai e apontado como chefe de um pequeno grupo armado responsável por sequestros e assassinatos, foi morto a tiros, nesta sexta-feira, após confronto ocorrido no Departamento de Canindeyú, na fronteira com o Mato Grosso do Sul, onde coexistem assentamentos camponeses, fazendas de pecuária e cultivos ilegais de maconha.

De acordo com o governo local, Gabriel morreu num hospital, após levar dois tiros no tórax e abdômen. Ele é o segundo líder do EPP (Exército do Povo Paraguaio) a ser morto pela polícia em dois meses, conforme informações do portal Bol.

Acusado de pelo menos quatro sequestros, inclusive o da filha do ex-presidente Raúl Cubas, assassinada no cativeiro em 2004, o grupo também teria cometido ataques contra postos policias e militares e outros assassinatos nos últimos anos.

O ministro do Interior, Rafael Filizzola, disse que Zárate estava armado com um fuzil M16 e um revólver, e acompanhado por outra pessoa que conseguiu escapar durante o confronto.

Zárate era suspeito do assassinato de um professor, ocorrido na quinta-feira, na mesma região. Moradores da região diziam que a vítima colaborava com as autoridades policiais, o que o Ministério do Interior negou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat