SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 15 de Dezembro de 2017
DELPHOS_FULL
RIO_DOURADOS
25 de Novembro de 2004 15h21

Polícia Civil impede ação de invasores

O Prefeito de Itaporã (MS) Marcos Pacco compareceu a Delegacia de Polícia de Itaporã(MS), no dia 23/11, noticiando que um grupo pessoas estariam se mobilizando para invadir uma área pertencente ao município, destinada a loteamento, situada atrás do ginásio de esportes “Marcelo Carbonaro Faleiros”. Segundo o prefeito municipal, a invasão se daria por volta da 16 horas, daquela data, e para evitar que o fato ocorresse solicitava ao delegado Winston Ramão Albres Garcia, mobilizou uma equipe da polícia que conseguiu conter a invasão.

Os policiais encontraram um grupo de pessoas se organizando para invadir uma área de terra de 5 hectares, pertencente ao município . A equipe policial comunicou os invasores que não seria permitida a permanência dos mesmos naquele local, mas eles insistiam em ali se instalar. A partir da informação de que uma pessoa estaria trazendo o material para a confecção dos barracos, foram realizadas diligências com o objetivo de apreender o material, sendo: lonas, ferramentas e diversos postes.

O material estava sendo transportado em um caminhão Ford/F 350 placa HQX-6776 de Itaporã–MS, frete contratado por Paulo Ricardo De Melo e o material, havia sido retirado da residência de Antônio do Nascimento Filho, identificados como sendo integrantes dos grupos que pretendiam invadir a área. Também participavam da organização, Geraldo Francisco de Melo, o qual cedeu sua residência para uma reunião na manhã de 23/11/2004, onde deliberou-se pela invasão, além de Paulo Carminat Bomfim, Luciana Alves da Silva, Ana Ricardo de Melo, Elizabete da Silva Chaves, Maria Medina Ricardo de Melo, Vera Lucia de Arujo.

Segundo o Delegado, os invasores alegavam que a invasão foi organizada em represália à não aprovação, pela câmara municipal, de um projeto de lei do Prefeito Municipal, que visava regulamentar a doação de lotes, na área, para a construção de casas populares. Com isso, um grupo de pessoas, descontentes com o ocorrido, passaram a incitar a invasão o que foi obstruída pela ação policial.

 

 

Mídia Max

Comentários
Veja Também
MBO_SEGURANÇA_300
ÓTICA_DOURADOS
FARMÁCIA_CENTROFARMA_300
Últimas Notícias
  
LÉO_GÁS_300
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.