Menu
SADER_FULL
quinta, 17 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

PMDB sinaliza apoio a Serra e marca convenção para dia 26 em MS

2 Jun 2010 - 10h21Por TV Morena

O presidente do Diretório Regional do PMDB, Esacheu Nascimento, disse que em Mato Grosso do Sul a aliança com o PSDB é praticamente certa e deve ser homologada na convenção estadual que será realizada no dia 26. Esacheu disse que a expectativa do partido no Estado é de a cúpula liberar os estados, em razão do alinhamento do PMDB com o PT em nível nacional.

“O encaminhamento aqui em Mato Grosso do Sul será, possivelmente – digo possivelmente porque estamos ainda no âmbito das tratativas – para a coligação com o PSDB”, disse Nascimento em entrevista a um programa de rádio.

O governador André Puccinelli também já sinalizou essa hipótese, segundo o dirigente do PMDB. “O próprio governador do Estado, André Puccinelli, pediu ao Diretório para que tomássemos essa posição em conjunto e assim estamos caminhando para a coligação com o PSDB, apoiando o ex-governador de São Paulo, José Serra”, afirmou Esacheu Nascimento.

Puccinelli, no entanto, é mais cauteloso. Em entrevista à imprensa, disse que vai esperar até 12 de junho, data da convenção nacional, para anunciar sua posição em relação à corrida presidencial. O governador adverte que se houver imposição da cúpula nacional para apoiar Dilma Rousseff, nós insurgiremos.

Esacheu acredita que os estados serão liberados, porque hoje na pauta da convenção nacional a prioridade é candidatura própria (não terá, mas indica o vice de Dilma Roussef) e, em seguida, a eleição dos governadores do PMDB. Como Puccinelli busca a reeleição e para esse projeto é importante o apoio do PSDB estadual, é muito provável que não haja imposição.

Visita de Michel Temer

O governador André Puccinelli quer discutir a aliança tucano-peemedebsita no Estado com o presidente da Câmara Federal, Michel Temer, indicado para vice de Dilma. Ele estará em Nova Andradina, no dia 7 de junho (segunda-feira), para congresso promovido pela Câmara de Vereadores da cidade. Puccinelli vai reafirmar que não há nenhuma possibilidade de o PMDB apoiar PT ou vice versa porque os dois partidos estão disputando o governo no Estado.

Quanto à proposta de liberação para alianças regionais, mas restringindo o apoio ao candidato à Presidência José Serra, o governador prefere esperar a convenção nacional do dia 12. Se houver restrições, a propaganda eleitoral não terá vinculação, deixando de mencionar, portanto, nomes de candidatos à Presidência e vice. Esse impasse impede até o PSDB de trazer José Serra ao Estado.

Não está descartado, porém, o adiamento da convenção nacional do PMDB. "Se o PT não resolver o impasse em Minas Gerais, o PMDB pode adiar a convenção nacional, marcada para dia 12", diz Puccinelli.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado
INSPIRAÇÃO
Idoso se forma em Direito aos 94 anos, após morte da esposa
POLEMICA
Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem atira em esposa e se mata com granada
SUPERAÇÃO
Pedreiro cadeirante enfrenta difilculdades e sustenta a família trabalhando em obras
GASES MORTAIS
Homem morre após segurar peidos na casa da namorada
REALITY SHOW
'BBB 19': Danrley diz ser virgem, e irmã brinca: 'Nem no signo'