Menu
SADER_FULL
segunda, 22 de abril de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

PMDB sinaliza apoio a Serra e marca convenção para dia 26 em MS

2 Jun 2010 - 10h21Por TV Morena

O presidente do Diretório Regional do PMDB, Esacheu Nascimento, disse que em Mato Grosso do Sul a aliança com o PSDB é praticamente certa e deve ser homologada na convenção estadual que será realizada no dia 26. Esacheu disse que a expectativa do partido no Estado é de a cúpula liberar os estados, em razão do alinhamento do PMDB com o PT em nível nacional.

“O encaminhamento aqui em Mato Grosso do Sul será, possivelmente – digo possivelmente porque estamos ainda no âmbito das tratativas – para a coligação com o PSDB”, disse Nascimento em entrevista a um programa de rádio.

O governador André Puccinelli também já sinalizou essa hipótese, segundo o dirigente do PMDB. “O próprio governador do Estado, André Puccinelli, pediu ao Diretório para que tomássemos essa posição em conjunto e assim estamos caminhando para a coligação com o PSDB, apoiando o ex-governador de São Paulo, José Serra”, afirmou Esacheu Nascimento.

Puccinelli, no entanto, é mais cauteloso. Em entrevista à imprensa, disse que vai esperar até 12 de junho, data da convenção nacional, para anunciar sua posição em relação à corrida presidencial. O governador adverte que se houver imposição da cúpula nacional para apoiar Dilma Rousseff, nós insurgiremos.

Esacheu acredita que os estados serão liberados, porque hoje na pauta da convenção nacional a prioridade é candidatura própria (não terá, mas indica o vice de Dilma Roussef) e, em seguida, a eleição dos governadores do PMDB. Como Puccinelli busca a reeleição e para esse projeto é importante o apoio do PSDB estadual, é muito provável que não haja imposição.

Visita de Michel Temer

O governador André Puccinelli quer discutir a aliança tucano-peemedebsita no Estado com o presidente da Câmara Federal, Michel Temer, indicado para vice de Dilma. Ele estará em Nova Andradina, no dia 7 de junho (segunda-feira), para congresso promovido pela Câmara de Vereadores da cidade. Puccinelli vai reafirmar que não há nenhuma possibilidade de o PMDB apoiar PT ou vice versa porque os dois partidos estão disputando o governo no Estado.

Quanto à proposta de liberação para alianças regionais, mas restringindo o apoio ao candidato à Presidência José Serra, o governador prefere esperar a convenção nacional do dia 12. Se houver restrições, a propaganda eleitoral não terá vinculação, deixando de mencionar, portanto, nomes de candidatos à Presidência e vice. Esse impasse impede até o PSDB de trazer José Serra ao Estado.

Não está descartado, porém, o adiamento da convenção nacional do PMDB. "Se o PT não resolver o impasse em Minas Gerais, o PMDB pode adiar a convenção nacional, marcada para dia 12", diz Puccinelli.

Deixe seu Comentário

Leia Também

100 LUZ
Giselle Itié lamenta a morte de outro ex-namorado em apenas três meses
CENSURADO
Video com ataques de Olavo a Militares é excluido das Redes de Bolsonaro
DOENÇA DO SÉCULO
Yasmim Gabrielle, do ‘Programa Raul Gil’, se suicida após depressão
FATALIDADE
Bebê morre após ser esquecida pelo pai por três horas dentro do carro
IRRESPONSABILIDADE
Bebê de 1 aninho entra em coma alcoólico após pai dar cachaça com refrigerante
BONITO - MS - DICA AGÊNCIA ECO TOUR
Confira agora os 5 passeios mais românticos de Bonito (MS)
EM ÁUDIO VAZADO
Em áudio, Onyx diz que governo deu 'uma trava na Petrobras', caminhoneiros podem ficar sossegados
EMOÇÃO E RECOMEÇO
Mãe e filho se reencontram em hospital após desabamento de prédios
ACIDENTE FATAL
Três morrem em explosão provocada por vazamento de botijão de gás
NOVA PARALISAÇÃO
Ala dividida de caminhoneiros falam em greve no próximo dia 29 em todo o Brasil