Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 22 de setembro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

PMDB sinaliza apoio a Serra e marca convenção para dia 26 em MS

2 Jun 2010 - 10h21Por TV Morena

O presidente do Diretório Regional do PMDB, Esacheu Nascimento, disse que em Mato Grosso do Sul a aliança com o PSDB é praticamente certa e deve ser homologada na convenção estadual que será realizada no dia 26. Esacheu disse que a expectativa do partido no Estado é de a cúpula liberar os estados, em razão do alinhamento do PMDB com o PT em nível nacional.

“O encaminhamento aqui em Mato Grosso do Sul será, possivelmente – digo possivelmente porque estamos ainda no âmbito das tratativas – para a coligação com o PSDB”, disse Nascimento em entrevista a um programa de rádio.

O governador André Puccinelli também já sinalizou essa hipótese, segundo o dirigente do PMDB. “O próprio governador do Estado, André Puccinelli, pediu ao Diretório para que tomássemos essa posição em conjunto e assim estamos caminhando para a coligação com o PSDB, apoiando o ex-governador de São Paulo, José Serra”, afirmou Esacheu Nascimento.

Puccinelli, no entanto, é mais cauteloso. Em entrevista à imprensa, disse que vai esperar até 12 de junho, data da convenção nacional, para anunciar sua posição em relação à corrida presidencial. O governador adverte que se houver imposição da cúpula nacional para apoiar Dilma Rousseff, nós insurgiremos.

Esacheu acredita que os estados serão liberados, porque hoje na pauta da convenção nacional a prioridade é candidatura própria (não terá, mas indica o vice de Dilma Roussef) e, em seguida, a eleição dos governadores do PMDB. Como Puccinelli busca a reeleição e para esse projeto é importante o apoio do PSDB estadual, é muito provável que não haja imposição.

Visita de Michel Temer

O governador André Puccinelli quer discutir a aliança tucano-peemedebsita no Estado com o presidente da Câmara Federal, Michel Temer, indicado para vice de Dilma. Ele estará em Nova Andradina, no dia 7 de junho (segunda-feira), para congresso promovido pela Câmara de Vereadores da cidade. Puccinelli vai reafirmar que não há nenhuma possibilidade de o PMDB apoiar PT ou vice versa porque os dois partidos estão disputando o governo no Estado.

Quanto à proposta de liberação para alianças regionais, mas restringindo o apoio ao candidato à Presidência José Serra, o governador prefere esperar a convenção nacional do dia 12. Se houver restrições, a propaganda eleitoral não terá vinculação, deixando de mencionar, portanto, nomes de candidatos à Presidência e vice. Esse impasse impede até o PSDB de trazer José Serra ao Estado.

Não está descartado, porém, o adiamento da convenção nacional do PMDB. "Se o PT não resolver o impasse em Minas Gerais, o PMDB pode adiar a convenção nacional, marcada para dia 12", diz Puccinelli.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EMBOSCADA
Homem é assassinado na frente do filho de seis anos
FAMOSIDADES
Xuxa rompe silêncio sobre Marlene Mattos e traições de Pelé: ‘Me fez coisas muito feias’
ASSALTANTE
Preso confessou que matou a ex em cela da cadeia
DISPUTA ACIRRADA
Nova pesquisa mostra empate técnico entre Haddad e Bolsonaro
SELEÇÃO BRASILEIRA
Gabriel Jesus retorna para a Seleção
LOTERIA
Mega-Sena acumula novamente e pode pagar prêmio de R$ 22 milhões
HORÁRIO DE VERÃO 2018
Horário de Verão pode ser extinto em todo território nacional
EDUCAÇÃO
‘Desejo continuar com a minha profissão, mas temo pela minha vida’, diz professor agredido em aula
SOB INVESTIGAÇÃO
Jovem é encontrada morta dentro do quarto e esposo está desaparecido
MORTE NO DETRAN
Jovem sofre parada cardíaca durante prova para tirar CNH