Menu
SADER_FULL
quarta, 18 de julho de 2018
PASSARELA
Busca
DR. SHAPE
Brasil

PMDB decide na terça se deixa de obstruir votações

5 Nov 2004 - 15h07

A bancada do PMDB reúne-se na próxima terça-feira para definir se o partido vai sair do processo de obstrução. O partido acabou se aliando à Oposição para impedir as votações na Casa nas últimas duas semanas. O líder do PMDB, deputado José Borba (PR), explicou que o procedimento só foi adotado pela bancada em resposta a não-liberação das emendas parlamentares.
O deputado José Borba explicou que aproveitou esta semana para tentar resolver o problema por meio de conversas com os ministros da Coordenação Política, Aldo Rebelo; da Casa Civil, José Dirceu; e das Comunicações, Eunício Oliveira. O líder do PMDB entregou a cada um deles um levantamento mostrando que menos de 10% das emendas parlamentares aprovadas e destinadas para municípios de deputados pemedebistas foram efetivamente liberadas.

insatisfação
José Borba nega, no entanto, qualquer relação fisiológica com o Palácio do Planalto. O líder do PMDB admite que existe apenas uma insatisfação dentro da bancada que está preocupada com o calendário orçamentário. "A bancada tem uma inquietação justa e perfeita porque estamos avizinhando o final de 2004 sem as realizações mínimas previstas. O ministro Guido Mantega aumentou a preocupação ao dizer que as emendas não eram prioritárias. Isso foi um sinal de alerta. Queremos fazer jus ao que é de direito. Nos sentimos injustiçados porque as emendas pertencem aos estados e municípios."

Negociações
O líder do governo, deputado Professor Luizinho (PT-SP), que participa das negociações para desobstrução da pauta, também esteve reunido com os ministros José Dirceu e Aldo Rebelo para discutir a liberação das emendas, que é um assunto que interessa a todos os partidos. Professor Luizinho acredita que o problema deverá estar resolvido em breve. "Estamos nos organizando. Estou aqui desde ontem para superar os problemas que possam existir dentro da Base Aliada para que, na terça-feira, com a presença de todos os deputados, possamos retomar as votações. Estou fazendo ligação pessoal para todos para convocá-los a estarem aqui já na terça-feira de manhã".
Apesar da pressão de alguns partidos aliados, o entendimento do Palácio do Planalto é de manter o atual ritmo de liberação de emendas parlamentares, mesmo que a velocidade desagrade aos governistas. A ordem é respeitar o cronograma definido pelo Ministério do Planejamento, mas a expectativa é de que o volume de recursos liberados aumente devido à proximidade do final do ano.

 

Câmara Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

GRANA
Governo antecipa primeira parcela do 13º de aposentados e pensionistas
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Severo é preso e humilha Roberval
FUTEBOL PELO MUNDO
Real Madrid se recusa a permitir que Vinícius Júnior permaneça no Flamengo até o final de 2018
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Luzia descobre que seu filho com Beto não morreu
CONCURSOS - OPORTUNIDADES
Concurso: 13 órgãos abrem as inscrições para 1,9 mil vagas nesta segunda
FOI SALVAR O MELHOR AMIGO
Jovem morre afogado após pular em rio para tentar salvar cachorro
EDUCAÇÃO - FIES - INSCRIÇÕES
Fies abre inscrições nesta segunda com 155 mil vagas para 2º semestre
BOA NOTICIA
Preço da gasolina nas refinarias cai para R$ 1,997
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Karola vira escrava sexual de Remy
BRIGA DE RUA
Homem morre pendurado em grade