Menu
SADER_FULL
sexta, 21 de setembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

PM reforça segurança no fim de ano com 1,2 mil homens

9 Nov 2004 - 13h11
Para coibir as ações de marginais durante o período de fim de ano e diminuir a incidência de furtos e roubos na região central de Campo Grande, a Polícia Militar de Mato Grosso do Sul coloca nas ruas da Capital 1,2 mil homens em operação que começa hoje e vai até o dia 5 de janeiro. Serão 400 policiais a mais que a operação do ano passado, quando foram mobilizados 800 homens.


O incremento no número de policiais na operação deste ano deve-se à formação de novos soldados e à participação de sargentos do curso de formação da PM. A novidade em 2004 é o reforço do policiamento ostensivo a pé em regiões periféricas e no contorno da área central. A partir desta semana começam também as blitze em ônibus, no comércio e em postos de combustíveis como prevenção à ação de ladrões.


De acordo com o tenente coronel Jaime Lopes Flores, a operação será dividida em duas fases: a primeira começa hoje e vai até 5 de dezembro e tem a finalidade de promover o desarmamento e a segunda fase será realizada de 5 de dezembro a 5 de dezembro com atuação voltada para coibir furtos e roubos na região central da Capital.


A atuação policial vai acompanhar o horário de funcionamento do comércio e na véspera de Natal haverá policiamento intensivo até as 18 horas no centro. Bairros como as Moreninhas e as avenidas Ceará, Eduardo Elias Zahran, Júlio de Castilho, Coronel Antonino, Bandeirantes, Tamandaré, Mascarenhas de Moraes, entre outras, terão tratamento diferenciado na operação e vão contar número maior de policiais.


O tenente-coronel PM Sebastião Henrique de Oliveira Bueno informou que cerca de 400 homens vão atuar apenas no policiamento a pé. “Queremos uma massificação do policiamento ostensivo a pé”, revelou, ressaltando que na operação de 2003 essa ação ocorreu apenas na região central, porém neste ano os policiais a pé vão também para locais periféricos.


O tenente-coronel PM Jaime Lopes Flores informou que os furtos respondem pelo maior número de ocorrências registradas no fim do ano. Ele fez um alerta aos aposentados e pensionistas para que não saquem todo o dinheiro da conta e só sigam aos bancos acompanhados. “No ano passado tivemos muitas ocorrências de idosos e aposentados que eram furtados em ônibus”, contou.


Na operação estarão envolvidos os 1º, 9º e 10º batalhões da Polícia Militar, além da Companhia de Policiamento da Área Central, cavalaria e unidades de apoio. Preocupado em assegurar o andamento da operação, o Comando da Polícia Militar pediu ao secretário de Segurança Pública, Antonio Braga, que o reparo de viaturas danificadas seja realizado com urgência nesse período. Os estabelecimentos prisionais de Campo Grande também vão receber atenção especial durante a operação devido ao aumento de visitantes no fim do ano.
 
Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

HORÁRIO DE VERÃO 2018
Horário de Verão pode ser extinto em todo território nacional
EDUCAÇÃO
‘Desejo continuar com a minha profissão, mas temo pela minha vida’, diz professor agredido em aula
SOB INVESTIGAÇÃO
Jovem é encontrada morta dentro do quarto e esposo está desaparecido
MORTE NO DETRAN
Jovem sofre parada cardíaca durante prova para tirar CNH
REALITY SHOW
‘A fazenda’: conheça os 16 participantes da nova edição
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Laureta é presa por causa de armação de Luzia
REALITY SHOW
“A Fazenda 10”: Gabi Prado passa mal e Nadja vira alvo dos participantes
SURRA
Video: Homem faz proposta sexual e é agredido de cinta no meio da rua
REALITY SHOW
Em 1ª dia de 'A Fazenda', Ana Paula ganha carro e vira meme
ABANDONO
Dois dias sem comer: irmãos de 2 e 4 anos são encontrados sozinhos em casa