Menu
LIMIT ACADEMIA
quinta, 17 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

PM promove campanha de doação de sangue em Fátima do Sul

4 Set 2007 - 14h01

 

Policiais do 16º Batalhão de Polícia Militar em Fátima do Sul, sob o comando do Coronel José Tadeu Sampaio Vieira, estão desencadeando entre os dias 03 e 06 de Setembro, campanha visando incentivar a doação de sangue no Estado.

Em toda a área do 16º BPM , que compreende os Municípios de Fátima do Sul, Vicentina, Jateí, Glória de Dourados e Deodápolis, estão sendo realizadas Blitzes educativas, com a distribuição de Folders (panfletos) com orientação e explicações aos doadores.

Segundo o Coronel Tadeu, essa campanha visa não apenas angariar doadores de sangue para o Hemocentro de Dourados/MS, (unidade de coleta mais próxima), mas também conscientizar aquelas pessoas que não podem por algum motivo ser um doador, de que elas também podem colaborar na divulgação e convencimento de amigos, colegas e familiares sobre a importância de se doar sangue.

Para o coordenador da Campanha na área do 16º BPM, 2º Tenente J. Roberto, doar sangue, além de um gesto que salva vidas, é um ato de solidariedade que demonstra amor ao próximo e comprometimento com as causas sociais.

De acordo com a Lei Estadual nº 2887 de 21 de setembro de 2004, o doador voluntário, que doar sangue nos locais de coleta oficiais (Hemorrede, no Hemosul; nos bancos de sangue do Hospital Regional e do Universitário Campo Grande, ou no Hemocentro de Dourados e Núcleos Hemoterápicos de Aquidauana, Coxim, Corumbá, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã, Três Lagoas e Paranaíba), fica isento do pagamento da taxa de inscrição em concursos públicos, promovidos por quaisquer dos poderes da administração pública estadual.

Para isso, o doador tem que comprovar a doação de sangue no mínimo uma vez a cada seis meses, durante um período de dois anos. A Lei visa incentivar o doador a não parar com as doações

Ainda, segundo a Lei Estadual nº 1.272 de 9 de junho de 1992, os doadores fidelizados de sangue têm algumas prioridades como direito à preferência nas matrículas. Tanto para eles, como para o cônjuge ou filhos nas escolas da rede estadual. Também recebe benefício como ter preferência de atendimento nas unidades de saúde da rede pública, respeitando os horários estabelecidos de cada unidade.

Da mesma forma pelo Estatuto dos Servidores Públicos Lei Estadual nº 1.102 de 10 de outubro de 1990, os doadores voluntários têm o direito a ausentar-se do trabalho sem prejuízos, por um dia, a cada doze meses para doar sangue, como é previsto também na CLT, para os trabalhadores da iniciativa privada.

Além disso, o servidor público, doador de sangue, conta com um dia de abono para cada doação que fizer ou pessoas que recrutar. Enumerando os benefícios, pode até obter um máximo de quatro dias cumulativos adicionados às suas férias anuais (Decreto Estadual nº 11.591/20004).

Critérios Básicos para Doação de Sangue

O que é preciso para doar sangue:

Trazer um documento que tenha foto (RG, CNH, Carteira de Trabalho);
Ter boa saúde;
Ter entre 18 e 65 anos e ter peso superior a 50 kg;
Não estar em jejum;
Se trabalhar a noite, descansar pela manhã e doar sangue após o almoço.
Se homem, deve ter doado há mais de 60 dias e no máximo 4 vezes ao ano;
Se mulher deve ter doado há mais de 90 dias; não estar grávida; se estiver amamentando a criança deve ter mais de um ano; caso não esteja, já terem se passado pelo menos 3 meses do parto ou aborto;

Não pode doar sangue:

Quem teve Hepatite após os 10 anos de idade;
Quem teve contato com o inseto barbeiro, transmissor da Doença de Chagas;
Quem teve malária ou esteve em região de malária nos últimos 6 meses;
Quem sofre de Epilepsia;
Quem teve ou tem Sífilis;
Quem é diabético;
Quem se expõe ao risco de contrair o vírus da AIDS, tendo comportamentos como:
- não usar preservativos em relações sexuais;
- Ter tido mais de dois parceiros sexuais nos últimos 3 meses;
- usar drogas injetáveis.

Deve aguardar para doar sangue:

Quem fez tatuagens recentes (menos de 1 ano);
Quem recebeu transfusão de sangue (menos de 1 ano);
Quem se submeteu a cirurgias (de 03 meses a 1 ano);
Quem ingeriu bebidas alcoólicas nas 24hs que antecedem a doação, etc.

Antes da doação, o doador passa por uma entrevista de triagem clínica, na qual podem ser detectadas algumas condições adicionais que possam impedir sua doação. Após cada doação são realizados vários exames laboratoriais no sangue recebido, tais como:

Tipagem sangüínea ABO e Rh;
Pesquisa de anticorpos eritrocitários irregulares;
Teste de Coombs Direto;
Fenotipagem do Sistema Rh Hr (D,C,E.c,e) , Fenotipagem de outros sistemas;
Testes sorológicos para: Hepatite B, Hepatite C, Doença de Chagas, Sífilis, HIV (AIDS),HTLV I/II;

O doador receberá em sua casa gratuitamente, os resultados dos exames, a cada doação que fizer.

Local mais próximo para doação:

HEMOCENTRO REGIONAL DE DOURADOS

Rua Waldomiro de Souza s/n; Vila Industrial – Fone 3424-4192; CEP 79.840-630- Dourados/MS. Ao lado do PAM (Posto de Atendimento Médico)

 

 

Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

GASES MORTAIS
Homem morre após segurar peidos na casa da namorada
REALITY SHOW
'BBB 19': Danrley diz ser virgem, e irmã brinca: 'Nem no signo'
ALERTA
Smartphone afeta a saúde mental, e o dano pode começar em crianças de 2 anos!
TRAGÉDIA
“Tentei socorrer ele, mas não deu certo”: conta filho de motociclista levado por enxurrada
FURIA DA NATUREZA
Enxurrada derruba casa e provoca pânico e destruição
NOVELA GLOBAL
Gabriel e Valentina viram inimigos mortais em 'O sétimo guardião'
REALITY SHOW
BBB 19 começa hoje. Na Rocinha Casa de Darnrley vira "QG" de Torcida
POSSE DE ARMAS
Bolsonaro assina nesta terça-feira decreto que facilita posse de armas
HEROINA
Professora Helley, que salvou crianças de incêndio em Janaúba, é homenageada e dá nome a rodovia
FAMOSIDADES
Doente, José Mayer foi esquecido pela Globo e abandonado por ‘Amigos’