Menu
SADER_FULL
terça, 22 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Plano do governo não prevê novo presídio em Dourados

2 Ago 2004 - 16h58
O governo descartou a hipótese de construção de novo presídio em Dourados. O prefeito de Dourados, Laerte Tetila, conversou sobre o assunto com o secretário de Coordenação Geral do Governo, Raufi Marques, juntamente com o deputado João Grandão. Em seguida, a questão foi tratada com o secretário de Justiça e Segurança Pública, Antonio Braga. A audiência ao prefeito Laerte Tetila e ao deputado João Grandão foi a primeira do novo secretário de Governo.

Segundo o secretário de Justiça e Segurança Pública, estão projetadas apenas as penitenciárias de Três Lagoas, Naviraí e Dois Irmãos do Buriti. São as únicas obras que completaram o processo licitatório e estavam paradas por problemas de ordem burocrática.

O governo está retomando a obra do presídio de Dois Irmãos do Buriti e deve retomar nas próximas semanas a penitenciária de Três Lagoas. Em Naviraí, onde a obra estava parada há dois anos, os trabalhos recomeçam após nova licitação. “O governador Zeca determinou que a prioridade seja a conclusão dessas obras. Em relação a Dourados, não existe licitação e nem projeto no Ministério da Justiça, de modo que está definitivamente descartada a construção de presídio de trânsito em Dourados”, disse o secretário na audiência com o prefeito Laerte Tetila e o deputado federal João Grandão.

O secretário de Coordenação Geral do Governo, Raufi Marques, já havia dito que nenhum projeto de nova penitenciária seria discutido antes do governo concluir os presídios de Naviraí, Três Lagoas e Dois Irmãos do Buriti. Afirmou, também, que o compromisso da Prefeitura de Dourados com o governo é de que, na eventualidade da questão for novamente levantada, seja feito um amplo debate junto à sociedade. “É natural que a construção de um presídio, antes de qualquer decisão em nível de poder público, seja discutida com as entidades da sociedade civil, especialmente o Conselho Municipal de Segurança”, observou João Grandão.
 
Agência Popular

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação