Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 13 de novembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Plano contra violência do governo federal exclui MS

31 Mai 2007 - 15h29

O projeto apresentado esta manhã pelo ministro da Justiça Tarso Genro, como alternativa para combater a violência e reduzir os índices de criminalidade no País exclui Mato Grosso do Sul das ações. Num primeiro momento, como divulgou o ministro Tarso Genro, as ações do Pronasci (Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania ) serão desenvolvidas no Pará, Pernambuco, Alagoas, Bahia, Distrito Federal e entorno, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul.

De acordo com Tarso Genro, o Pronasci deve ser implementado no segundo semestre, provavelmente até outubro. Segundo ele, as regiões foram escolhidas por terem maior índice de criminalidade. Mesmo sendo considerado corredor para o contrabando e o tráfico e tendo o município de Coronel Sapucaia como o terceiro com maior índice de homicídios no País, Mato Grosso do Sul ficou fora dessa primeira fase.

Segundo foi divulgado, os estados e municípios que forem beneficiados pelo programa terão que entrar com uma contrapartida, como a instalação de um GGI (Gabinete de Gestão Integrada), por exemplo.

O ministro Tarso Genro informou que o presidente sugeriu uma reunião com os outros ministros envolvidos no programa. Entre eles, estão os da Educação, Saúde, Cidades, Turismo e várias secretarias de governo. Além disso, o Ministério da Justiça deve apresentar o Pronasci à Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados.

A expectativa do Ministério é que, com a adoção do Pronasci,os índices de criminalidade possam ser reduzidos a curto e médio prazo, em um período de dois a três anos. “O governo federal trabalha com dois conceitos-chave sobre segurança pública: qualificação técnica das polícias e realização de programas sociais. O plano busca um ponto intermediário entre estas duas ações”, disse Tarso Genro. De acordo com ele, o programa é centrado na família e na juventude. A faixa etária estabelecida para o atendimento é de 10 a 24 anos.

 

 

Campo Grande News

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE DE TRANSITO
Caminhão passa por cima de veículos e explode em grave acidente
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Marilda (Letícia Spiller) é flagrada nua e finge ser uma assombração
BNDS
“Se não abrir a caixa preta do BNDES, está fora!”, diz Bolsonaro sobre Levy
FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concursos oferecem mais de 1 mil vagas e salários de até R$ 6,6 mil no MS
NOVA EQUIPE
Bolsonaro intensifica processo de transição esta semana em Brasília
ESPORTE EM TOUROS
VÍDEO: Peão de MS morre após ser pisoteado por touro em rodeio no interior de SP
ULTIMO CAPITULO
Globo exibe último capítulo de Segundo Sol e assunto bomba