Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 23 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Pistoleiros de Arcanjo são transferidos para a Capital

20 Jul 2007 - 15h49

O ex-soldado PM Célio Alves de Souza e o ex-cabo PM Hércules Araújo Agostinho, ambos apontados como pistoleiros do ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro, chegaram no fim da manhã desta sexta-feira à BACG (Base Aérea de Campo Grande), de onde foram levados para o Presídio Federal de Segurança Máxima da Capital. As transferências dos dois para Mato Grosso do Sul foi uma solicitação da Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Mato Grosso e do Ministério Público de Mato Grosso.

Ambos chegaram em aviões diferentes. Hércules chegou por volta das 11h15 e Célio chegou em outro avião por volta das 12h15. Eles foram transferidos pelas viaturas do Depen (Departamento Penitenciário Federal).

O ex-cabo PM Hércules Araújo Agostinho é acusado de ser o assassino do empresário Mauro Sérgio Manhoso, ocorrido em outubro de 2000 a mando do “Comendador”, enquanto o ex-policial militar Célio Alves de Souza foi condenado a mais de 73 anos de prisão por quatro homicídios cometidos também a mando de Arcanjo. Ambos são apontados como testemunhas principais dos diversos processos contra a organização criminosa liderada pelo ex-bicheiro mato-grossense.

Célio Alves é tido como um preso de altíssima periculosidade, considerado o braço armado da organização criminosa chefiada por Arcanjo Ribeiro, que corre risco de ser resgatado do presídio, condenado a mais de 73 anos de prisão. Célio chegou a fugir da Penitenciária de Pascoal Ramos e trocou tiros com os policiais ao ser localizado próximo à fronteira do Brasil com a Bolívia, no município de Cáceres.

Outros Presos

Na última quarta-feira, o Depen transferiu para o Presídio Federal de Campo Grande quatro presos do Rio Grande do Norte. Na última segunda-feira (16), chegaram ao presídio outros três criminosos, do Espírito Santo, e que estavam sob custódia da Penitenciária de Bangu 1 (RJ). Atualmente, a Penitenciária Federal de Campo Grande conta com 54 presos. É a segunda unidade a fazer parte do Sistema Penitenciário Federal.

O Presídio Federal começou a receber presos no dia 22 de março deste ano com a chegada dos criminosos Edimar dos Santos e José Reginaldo Girotti, acusada de liderar um dos assaltos ao Banco Central. Inaugurada em 21 de dezembro de 2006, a penitenciária tem capacidade para abrigar 208 detentos em celas individuais. A primeira unidade, localizada em Catanduvas (PR), tem o mesmo número de vagas. Hoje, mantém 161 presos.

Beira-Mar

O Colegiado de Juizes Federais decidiu que o traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, deve ser transferido para o Presídio Federal de segurança Máxima de Campo Grande. A data para transferência ainda não havia sido definida.

A promotora de Justiça Maria Fernanda Dias Mergulhão, da 6ª Promotoria de Execução Penal do Rio de Janeiro, solicitou a permanência de Beira-Mar por mais 360 dias no Presídio Federal de Catanduvas (PR).

Luciana Aguiar

A juíza Yedda Christina Ching San, que está em exercício na Vara de Execuções Penais do Rio de Janeiro, havia dado parecer favorável a permanência de Beira-Mar no presídio de Catanduvas, entretanto, ela reconheceu a incompetência para atender o pedido e repassou a decisão para a Vara de Execuções Penais e Corregedoria dos Presídios de São Paulo.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Aos 67 anos, Amado Batista assume namoro com jovem de 19 anos de idade
LUTO - TV
Ator Caio Junqueira morre no Rio uma semana após acidente
ANJO DA GUARDA
Amigo dá lar a mulher que viveu 40 anos internada no HC
MAMATA
General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior
PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'