Menu
SADER_FULL
quarta, 23 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Piso salarial nas usinas de álcool de MS sobe para R$ 475

21 Jun 2007 - 09h28
A Federação dos Trabalhadores nas Indústrias de Mato Grosso do Sul – FTI/MS e sindicatos filiados, do setor sucroalcooleiro, fecharam a Convenção Coletiva de Trabalho 2007/2008. Todos os trabalhadores em usinas de açúcar e álcool do Estado – terão um reajuste de 5% retroativo a 1º de maio, data base da categoria. Vale destacar que esse percentual ficou 1,51% acima da inflação acumulada no período, que foi de 3,44% segundo o INPC do IBGE.

De acordo com informações do presidente da FTI/MS, José Roberto Silva, outro avanço foi do piso salarial, que teve um reajuste de 9,09%, passando de R$ 435,60 para R$ 475,20.

As horas extras trabalhadas de segunda-feira a sábado terão um acréscimo de 70% e nos feriados 100%. O adicional noturno, segundo o que ficou acordado, será de 30%.

Os trabalhadores terão participação no lucro das empresas mas os valores, segundo José Roberto Silva, serão negociados por unidades com o sindicato da base.

Tanto a federação como os sindicatos consideraram bons os resultados da negociação, principalmente se forem consideradas as condições por que passam as empresas do setor sucroalcooleiros em Mato Grosso do Sul e no Brasil, com significativa queda nos preços do álcool e do açúcar.

Para se ter idéia, existem usinas vendendo o álcool a R$ 0,61 o litro, enquanto o custo de produção é de R$ 0,80. Ao que tudo indica, são os postos e as distribuidoras que estão ganhando nesse processo.

“Diante disso, não temos dúvida de que fechamos um bom acordo com as usinas. Os percentuais de reajustes de nossos trabalhadores ficaram acima dos índices inflacionários”, comentou José Roberto Silva. Além dessas mudanças e valores aqui citados, as demais cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho continuaram mantidas.
 
 
 
MS Notícias

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho