Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 19 de agosto de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Pirataria causa prejuízo anual de mais de R$ 30 bilhões

18 Ago 2004 - 08h38
O Brasil é o quarto maior mercado consumidor de produtos pirateados, atrás apenas da China, que ocupa o primeiro lugar no ranking, da Rússia e do Paraguai, segundo e terceiro colocados. Por ano, esse comércio ilegal traz prejuízos de mais de R$ 30 bilhões ao Brasil, de acordo com o Sindicato Nacional dos Técnicos da Receita Federal (Sindireceita). Para o vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigou a pirataria no país, Júlio Lopes (PP-RJ), não basta criar leis mais duras para combater esse tipo de crime; é preciso também investir na conscientização da população.

“É muito importante que o Congresso atualize a legislação, mas de nada adianta se não houver uma cultura nacional de combate a essa prática. É necessário que as leis estejam embasadas numa cultura popular de que essa prática é criminosa”, defendeu o deputado, ao participar do 24º Seminário Nacional de Propriedade Intelectual, que se realiza até amanhã em Brasília.

Além do impacto econômico da pirataria, o deputado destacou que a indústria da falsificação impede a geração de pelo menos 1,5 milhão de empregos formais. “Era necessário que o Brasil e o governo fizessem uma grande campanha de opinião pública mostrando o quanto essa prática lesa a cidadania”, defendeu Lopes.

O parlamentar apresentou aos participantes do evento o relatório da CPI da Pirataria, resultante de mais de um ano de trabalho. A comissão denunciou mais de 100 pessoas e pediu o indiciamento de 55 fraudadores. Além de sugerir alterações nos códigos de Propriedade Intelectual, de Propriedade Intelectual e Penal, a CPI propôs a criação do Conselho Nacional de Defesa da Propriedade Intelectual. “Nós temos uma pirataria absolutamente fora de controle, mesmo tendo a CPI atuado tão fortemente, e o que nós precisamos é da convergência de muitas forças e de muitas estratégias para conseguir coibir essa prática no Brasil”, avaliou Júlio Lopes.
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

AGORA DEU MEDO
Velório é interrompido após morto 'apertar' mão da esposa
TRAGEDIA NA RODOVIA
Três pessoas morrem em acidente envolvendo carro e caminhão na BR-277
FATALIDADE
Jovem mulher morre ao levar choque usando o secador de cabelos
ABSURDO - BRASIL
Mulher mata o marido a facadas e leva pênis para a amante dentro de um copo
MORTE E COMOÇÃO
Jovem caminhoneira morre em acidente e comove colegas de toda a região
FACULDADE
Irmãs estudantes de engenharia vendem doces nos trens do Rio para se sustentar
MUITA FUMAÇA
Crianças passam mal em incêndio que dura três dias
VICENTINENSE DE CORAÇÃO
Após 30 anos dividindo palco, Erika Figueiredo aposta no solo e lança clipe, ASSISTA
SIAMESAS
Mulher dá à luz gêmeas siamesas de 3,700KG as duas
ACIDENTE DE TRABALHO
Homem morre ao ser puxado por colheitadeira quando fazia limpeza