Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 16 de setembro de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Picarelli discute ICMS com fiscais de renda do Estado

19 Out 2004 - 10h36

Representantes do Sindifisca/MS (Sindicato dos Fiscais de Renda de Mato Grosso do Sul) e da Fiscosul (Associação dos Fiscais de Rendas de Mato Grosso do Sul) estiveram reunidos nesta segunda-feira (18) com o deputado Maurício Picarelli (PTB) para discutir a atual Reforma Tributária. A reunião aconteceu no gabinete do parlamentar, que se mostrou atento e preocupado quanto ao fato da reforma vedar constitucionalmente qualquer forma de competência legislativa autônoma dos Estados em relação ao ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) – imposto de maior arrecadação no Brasil.

De acordo com Antonio Urban Filho, presidente da Fiscosul, dois dos pontos mais polêmicos dos debates sobre a reforma tributária são: o fim da bitributação do IPI (Imposto sobre Produto Industrializado) e do ICMS, este último no que condiz estritamente ao seu estado de origem ou destino. Filho argumenta que um governo de esquerda, como o do presidente Lula, deve sempre primar pela distribuição de renda, afinal, este é um dos mecanismos para uma reforma tributária justa.

"A cautela do governo em deixar para 2007 a definição sobre a cobrança do ICMS é um fator preocupante. Numa reforma transparente e justa, a arrecadação tem que ser descentralizada. Não se pode abrir mão da cobrança do ICMS no destino só porque estados mais desenvolvidos como São Paulo querem", enfatizou Filho, referindo-se especificamente ao fato de alguns estados serem contrários à idéia do governo federal de fazer com que a tributação dos produtos seja no destino ou no estado onde eles são consumidos.

Picarelli comentou que representantes da Unale (União Nacional dos Legislativos Estaduais) têm lutado para impedir a aprovação final da reforma, visto que, a proposta retira autonomia dos estados, ao atribuir a regulamentação do novo ICMS à legislação federal.

"Queremos acabar com a guerra fiscal e por isso não podemos permitir que seja retirada a competência legislativa autônoma dos Estados sobre o ICMS. Nosso objetivo é uniformizar a legislação complementar e unificar as alíquotas, mantendo sempre a competência estadual nas leis ordinárias referentes às peculiaridades e especificidades de cada Estado", disse Picarelli.

Privilégios – O presidente do Sindifisca/MS, Paulo Bonfim, analisa que do ponto de vista da administração tributária do Estado e até do Governo Estadual, a concessão de benefícios no ICMS tem sido positiva, todavia, não concorda que o Governo Federal tome as rédeas do imposto nos âmbitos estaduais. "Se não se constitui em instrumento ideal de atuação do desenvolvimento, é o único modo hoje disponível. O Governo Federal, a quem cabe implementar o desenvolvimento regional nunca o fez e não há indícios de que venha fazê-lo. A razão é simples: não há recursos disponíveis para esta prioridade", taxou Bonfim.

Ao fim da reunião, Picarelli se comprometeu em estar apoiando a luta dos fiscais e de toda a população que reivindica correções quanto a análise dos impostos. "Queremos nosso Estado lucrando e não tendo prejuízos. O Legislativo Estadual não pode ficar impune", finalizou.

 

 

Assembléia Legislativa

Deixe seu Comentário

Leia Também

MUNDO MEDONHO
'Pago boleto, compro calcinha': usuários de aplicativos de paquera relatam apuros e curiosidades
FAMOSIDADES
Belo sai de casa após flagrar traição de Gracyanne
ASSASSINATO
PM é torturado e morto após circular boato de que seria 'estuprador'
JULGAMENTO
PMs acusados de chacina taparam câmera de segurança antes do crime
CASO DE POLÍCIA
Catador de reciclável recebe mochila com bebê congelado dentro
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo morre após carro bater em árvore em rodovia de MS
FAMOSOS
David Brazil causa ao expor bumbum de Anitta sem ela saber
ACIDENTE FATAL
Câmera de segurança registrou acidente fatal de enfermeira. VEJA O VÍDEO
MONSTRUOSIDADE
Homem que matou mãe e filha em Cascavel escreveu carta. Bebê tomou mamadeira “batizada”
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mulher e marido são presos suspeitos de estuprar menina de 11 anos que dormia na casa deles