Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 24 de junho de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

PF recolhe cerca de 22.400 armas em todo o Brasil

31 Jul 2004 - 07h34
A Polícia Federal recolheu, até a manhã desta sexta-feira, cerca de 22.400 armas na Campanha do Desarmamento. Só em São Paulo, até ontem haviam sido recolhidas cerca de 4.300 armas.

No Rio, a superintendência da PF divulgou já ter arrecadado, até ontem, 2.200 armas. No Brasil todo, a meta é coletar 40 mil armas até dezembro. Com o sucesso inicial, no entanto, o governo já admite que a meta deve ser ultrapassada.

A campanha nacional começou em 15 de julho. O governo federal vai indenizar quem entregar armas de fogo em valores de R$ 100 a R$ 300, dependendo da arma.

Em alguns Estados, a campanha tem particularidades. No Rio, por exemplo, como é o caso do Rio, onde as indenizações podem chegar a R$ 1.000, e policiais que apreenderem armas também serão recompensados.

No Paraná, o governo do Estado já vinha indenizando em R$ 100 quem entregasse armas de fogo desde janeiro deste ano. Um acordo firmado na quarta-feira transferiu ao governo federal a responsabilidade pelas indenizações.
 
Folha Onloine

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Filho de Angélica e Luciano Huck sofre acidente com wakeboard em Ilha Grande
DUPLO ASSASSINATO
Criança vê execução de pai e mãe em menos de 6 meses
COPA AMÉRICA
Brasil joga bonito, goleia Peru e se classifica em primeiro, veja os gols
SELFIE MORTAL
Jovem morre ao tentar tirar selfie na estação de trem do Riachuelo
CIGARRO ELETRÔNICO
Narguilé explode e jovem tem 60% do corpo queimado em festa
SOB INVESTIGAÇÃO
Menina de um ano morre e IML aponta agressão física como causa da morte
CASO NEYMAR
Caso Neymar: Polícia francesa recupera imagens de hotel
MUNDO DA MÚSICA
Ludmilla posta foto de biquíni ao lado da namorada e faz declaração
JUSTICEIROS
Revoltados, moradores ateiam fogo em casa de bebê morto. Pai, mãe e avó estão presos
MILIONARIO
Apostador de Osasco-SP acerta dezenas e leva R$ 124 milhões da Mega-Sena