SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 18 de Agosto de 2017
DELPHOS_FULL
25 de Julho de 2017 10h47

PF prende 30 pessoas por pornografia infantil; duas foram detidas na Bahia

Foram cumpridos 72 mandados de busca e apreensão

A Tarde
foto divulgação PFfoto divulgação PF

Duas pessoas foram presas na Bahia durante a 2ª fase da operação Glasnost, deflagrada pela Polícia Federal (PF) nesta terça-feira, 25, para combater a pornografia infantil. As prisões aconteceram em Santo Antônio de Jesus e Feira de Santana. Inicialmente, não foram emitidos mandados de prisão para a Bahia. Contudo, os suspeitos foram detidos em flagrante durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão.

A PF não divulgou as circunstâncias dessas prisões na Bahia, mas o delegado da PF, Flávio Augusto Palma Setti, disse que 27 pessoas foram detidas, em todo Brasil, por serem flagradas em posse de pornografia infantil ou compartilhando material nessa natureza. Além deles, três pessoas foram presas em cumprimentos a mandados de prisão preventiva que já tinha sido expedido pela justiça.

O delegado destacou que não há um perfil específico de envolvidos nesse tipo de crime. "Foram presos estudantes de 19, 20 anos; um homem com 80 anos que ficava na cama e mal conseguia respirar; professores; médicos; porteiros; pessoas simples; outras com situação mais favorável; funcionários de alto escalão de um determinado órgão. Ou seja, não existe um perfil", explicou o delegado.

Também houve casos de pais que foram detidos por violentar os filhos, registrar esse abuso e compartilhar o material na internet. O crime mais comum cometido pelos detidos foi o de compartilhamento de pornografia. Mas também há casos de produção de material pornográfico envolvendo crianças e de abuso de vulneráveis.

Pelo menos 15 crianças foram identificadas como vítimas de pedófilos. Mas o delegado suspeita que esse número deve ser ainda maior. "Provavelmente, com a operação conseguimos informações de outras vítimas e outros abusadores", explicou o delegado.

Ele também ressaltou que durante as duas fases dessa operação, que teve a primeira etapa realizada em novembro de 2003, mais de 60 pessoas foram presas e cerca de 200 envolvidos com pornografia infantil foram identificados.

Eles começaram a ser investigados a partir do uso de um site russo utilizado por envolvidos no compartilhamento desse tipo de material. Após a identificação, esses suspeitos foram monitorados. Há casos de crianças, adolescentes e até bebês que foram vítimas de violência sexual.

Em um caso, uma mulher, o marido e outras pessoas ligada à família foram detidas por cometer esse tipo de crime. De acordo com o delegado Flávio Augusto, eles mantinham relação sexual com os filhos e produziam material pornográfico a partir desse crime. Por conta da urgência de interromper esses abusos, esse casal foi preso antes mesmo da deflagração da operação nessa terça.

A ação foi realizada em 14 estados no Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Ceará, Pernambuco, Maranhão, Piauí, Pará e Sergipe, cumprindo 72 mandados de busca e apreensão, além de três de prisão preventiva e duas de condução coercitiva.

Comentários
Veja Também
REINO_MATRÍCULAS_2017
FORTALEZA
HERBALIFE_300
Últimas Notícias
  
AGÊNCIA_SUCURI_LATERAL
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.