Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 21 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

PF faz buscas em arquivos da Caixa Econômica Federal

12 Ago 2004 - 17h15
 

A Polícia Federal iniciou hoje uma operação de busca e apreensão de documentos na sede da Caixa Econômica Federal, em Brasília (DF), para procurar pistas sobre os contratos do banco com a G-tech, a empresa responsável pelo processamento de dados das loterias no país.

A busca faz parte das investigações do caso Waldomiro Diniz, ex-subchefe de Assuntos Parlamentares da Casa Civil da Presidência da República, afastado em fevereiro deste ano, após a divulgação da fita em que ele aparece pedindo propina ao empresário de jogos Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira.

No final de julho, a Justiça Federal determinou a quebra dos sigilos bancário, fiscal e telefônico de Waldomiro Diniz,

Comandados pelo delegado Antonio César Nunes, 30 homens da polícia copiaram informações hoje dos computadores da Caixa.

Nunes é o mesmo delegado que preside o inquérito que apura os envolvimento do ex-assessor da Casa Civil, Waldomiro Diniz, com a Gtech,

Segundo o presidente da Caixa, Jorge Mattoso, os policiais queriam informações sobre o nome de pessoas que entraram e saíram do prédio do banco.

Além disso, também buscaram as agendas do presidente e vice-presidentes da Caixa.

Essas agendas contêm informações sobre encontros ocorridos em abril de 2003, quando foi renovado o contrato entre a Caixa e a Gtech.

A operação da Polícia Federal foi autorizada pela juíza Maria de Fátima Paula Pessoa Costa, da 10ª Vara da Justiça Federal de Brasília. A decisão da juíza atendeu ao pedido do procurador da República José Robalinho Cavalcante, que substituiu Marcelo Serra Azul.

Segundo a Caixa, os homens da polícia, que chegaram por volta das 9h30, deixaram por volta de 15h30 a sede da instituição.

Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação