Menu
SADER_FULL
quarta, 26 de setembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Petróleo tem o maior dos últimos 21 anos

30 Jul 2004 - 17h38
O temor de uma oferta menor que a demanda, principalmente por causa da crise na companhia russa Yukos, fez o preço do barril do petróleo voltar a bater o recorde histórico de alta nos mercados de Nova York e Londres. Em Nova York, os contratos futuros para setembro subiram US$ 1,05 e terminaram a semana valendo US$ 43,80, o maior preço desde 1983, quando o mercado futuro foi criado. Só neste mês de julho, o preço subiu US$ 6,75. Em Londres, o petróleo tipo brent para entrega em setembro subiu US$ 0,78, para US$ 40.03, a mais alta em 14 anos.

Além dos problemas na Rússia, a segunda maior produtora de petróleo do mundo, os analistas argumentam que a crise no Iraque e o aumento da inflação em países consumidores de muita energia contribuem para o movimento de alta dos preços. "A tendência é realmente de alta. Posso dizer que o mercado não descarta o barril a US$ 45,00, podendo inclusive subir mais", disse Marshall Steeves, analista de Refco.


Deixe seu Comentário

Leia Também

VEICULO ROUBADO
Carro roubado é arrastado por onibus; suspeito ficou gravemente ferido
AMEAÇAS
Marilia Mendonça Denuncia ameaças após aderir à campanha contra Bolsonaro
FATALIDADE
Adolescente sai para jogar futebol com amigos e morre afogado
NOVELA GLOBAL
Em 'Segundo sol', Maura fala sobre transar com homem: 'Detestei'
CORRIDA SUCESSÓRIA
Ibope mostra Bolsonaro estagnado com 28% e Haddad cresce 3 pontos e vai a 22%
FUTEBOL
Pela sexta vez Marta é eleita a melhor jogadora do mundo
FUGA FRACASSADA
Tentativa de fuga termina com agente de cadeia e detentos feridos
ASSASSINATO
Por quebrar "pacto de sangue" homem é assassinado juntamente com amigo
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Mistérios sobre passado de Karola começam a ser revelados
CORRIDA PRESIDENCIAL
Haddad continua disparada em pesquisa do BTG e se consolida no 2º turno