Menu
LIMIT ACADEMIA
sexta, 17 de agosto de 2018
SADER_FULL
Busca
DR. SHAPE
Brasil

Petróleo fecha semana em recorde, próximo aos US$ 55

15 Out 2004 - 16h57
O preço do barril de petróleo bateu pela primeira vez os US$ 55 nesta sexta-feira e encerrou a sessão negociado em recorde no mercado americano. As cotações saltaram diante do temor de que os EUA não consigam aumentar suas reservas de óleo para calefação a tempo da chegada do inverno, temporada em que o consumo do produto aumenta.

O barril do U.S Light avançou US$ 0,17 e fechou em recorde, cotado a US$ 54,93, após ter batido US$ 55 durante o pregão, seu maior nível em 21 anos, desde que o contrato é negociado na Bolsa Mercantil de Nova York.

Já o petróleo tipo Brent, referência na Europa, recuou US$ 0,16 e fechou cotado a US$ 49,93. No início da semana, o barril londrino quebrou seu recorde histórico, sendo negociado a US$ 51,50.

A notícia do fim da greve geral na Nigéria - o quinto maior produtor da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) - chegou a aliviar a preocupação do mercado com uma possível crise de abastecimento, mas não foi suficiente para segurar a alta dos preços.

Nesta quinta-feira, o relatório semanal divulgado pelo governo americano mostrou uma queda nos estoques de destilados do país, incluindo o óleo de calefação, que recuaram em 2,5 milhões de barris, para 120,9 milhões de barris, na semana passada, uma queda de 8% em relação ao mesmo período do ano passado.

No mesmo dia, o presidente da Opep, Purnomo Yusgiantoro, afirmou que o preço do barril continuará subindo até o fim do mês de outubro, devido ao fortalecimento da demanda.

Além do aumento previsto da demanda energética do hemisfério Norte, a instabilidade no Iraque e a ameaça de quebra da maior petroleira russa, a Yukos, também colaboram para a alta dos preços.
 
 
Globo Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVELA GLOBAL
Remy pode não ter morrido em 'Segundo sol'; veja os indícios
TECNOLOGIA
Segunda via do RG pode ser solicitada pela internet
BOA AÇÃO
Empresário curado faz doação milionária para hospital público
VIOLENCIA
Homem desce do carro e mata mulher com tiro a queima roupa
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Laureta confessa que matou Remy; Karola foi cúmplice
PRESO EM 2010
Morre o homem apontado como maior contrabandista de cigarros do País
ELEIÇÕES 2018 - REGISTRO FEITO
AGORA: PT registra candidatura de Lula e tem até 17 de setembro para trocar candidato
BRIGA DE FAMILIA
Briga de irmãos termina com faca cravada na cabeça de jovem adolescente
NOVELA GLOBAL
Em 'Segundo sol', Zefa rompe com Severo: 'Você não merece nada de bom de mim!'
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Roberval é traficante de diamante