Menu
SADER_FULL
quarta, 16 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Pesquisador da Universidade do Caribe faz conferência em MS

11 Ago 2004 - 07h34
O chefe de pesquisa na Escola para Estudos de Pós-graduação e Pesquisa da Universidade do Caribe, em Kingston, capital da Jamaica, Charles Moore Wedderburn, fará amanhã, a partir das 20h30, a conferência “A Importância e a Atualidade do Ensino da História Africana para a Compreensão da Realidade Brasileira”. De cidadania cubana e jamaicana, com formação interdisciplinar em etnologia, sociologia, história, na Universidade de Paris 7, na qual obteve dois Ph.Ds – um deles Doutorado de Estado -, Moore Wedderburn é especialista em assuntos internacionais e estudioso do impacto que questões de raça, etnia e gênero exerce na sociedade.

A conferência de Moore faz parte da programação do I Fórum Estadual Educação e Diversidade Étnico-Racial – Implementando a Lei 10.639 [do ex-deputado federal Ben-Hur Ferreira] em Mato Grosso do Sul, que começa às 19h30 desta quarta-feira, no Anfiteatro da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), bloco C, em Campo Grande, e termina sexta-feira.

Moore falar, fluentemente, inglês, espanhol, português e francês. O pesquisador cubano-jamaicano foi consultor pessoal em assuntos latino-americanos do secretário-geral da Organização da Comunidade do Caribe (Caricom), Edwin Carrigton, de 1966 a 2000. Moore ocupou a mesma função na União Africana (UA), de 1982 a 1983, cujo o secretário-geral foi Edem Kodjo.

Com experiência de conferencista em universidades norte-americanas, Moore Wedderburn já morou em vários países. Viveu 15 anos na Europa (França), oito anos na África – Egito, Nigéria e Senegal – 18 anos no Caribe (Trinidad-Tobago, Guadalupe e Martinica) e fez viagens à Ásia - Filipinas e Indonésia – e à Oceania - Austrália, Papua Nova Guiné e Ilhas Fiji.

Entre 1970 e 1982, Moore seguiu carreira jornalística, como analista de assuntos latino-americanos da Agence France-Press, e analista em assuntos da África Ocidental para a Jeune Afrique. É autor de 55 artigos publicados sobre assuntos internacionais. Moore escreveu os seguintes livros: African presence in the Americas, Castro, the blacks and África This Bitch of a life, Cette putain de vie e Were Marx and Engels Racists?.
 
Agência Popular

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA
“Tentei socorrer ele, mas não deu certo”: conta filho de motociclista levado por enxurrada
FURIA DA NATUREZA
Enxurrada derruba casa e provoca pânico e destruição
NOVELA GLOBAL
Gabriel e Valentina viram inimigos mortais em 'O sétimo guardião'
REALITY SHOW
BBB 19 começa hoje. Na Rocinha Casa de Darnrley vira "QG" de Torcida
POSSE DE ARMAS
Bolsonaro assina nesta terça-feira decreto que facilita posse de armas
HEROINA
Professora Helley, que salvou crianças de incêndio em Janaúba, é homenageada e dá nome a rodovia
FAMOSIDADES
Doente, José Mayer foi esquecido pela Globo e abandonado por ‘Amigos’
NOVA LEI
Motoristas condenados por contrabando vão perder a CNH por cinco anos
SUCATA
Jovem transforma pneus velhos em lindas caminhas para pets.
ENTRETENIMENTO
Com direito a uniforme e crachá, “cão frentista” viraliza e ganha milhares de fãs