Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 23 de abril de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Pesquisa mostra resultados diferentes

28 Set 2004 - 08h59
Pesquisa estimulada Ipems/MidiamaxNews/Primeira Hora, sobre a campanha eleitoral em Deodápolis, diverge da publicada na edição de ontem do Diário MS, assinada pela Atlas Pesquisas. Segundo o Ipems, instituto com reconhecimento idônio por serviços prestados no Estado, o candidato do PSDB, ex-prefeito Manoel José Martins, mantém a preferência do eleitorado local, com 32,67%, enquanto que a Atlas indica Valtemir Geremias, o Catarino, do PPS, em primeiro lugar com 33,6%, contra 32,4% de Manezinho. Na pesquisa de ontem, como a margem de erro é de 5,97% para mais ou para menos, está caracterizado empate técnico entre os dois candidatos.
Hoje, o fato novo nos meios políticos de Deodápolis é a ascendência do candidato à reeleição do PT, prefeito Luiz Ferreira Viana, que aparece na pesquisa do Ipems em segundo lugar, com 28,6% das intenções de voto, considerado empate técnico com o candidato do PSDB. Na pesquisa da Atlas, Viana está em terceiro, com apenas 16,4%, o que diverge em larga margem do outro instituto. Também divergindo da Atlas, o Ipems aponta Catarino em terceiro lugar, com 26%.
Na pesquisa Ipems/MidiaNews, brancos e nulos somam 1% e não sabem ou não quiseram responder 11,66%. A pesquisa foi registrada na 39ª Zona Eleitoral de Deodápolis, sob o nº 03/04, e realizada nos dias 14 e 15 de setembro, ouvindo 300 eleitores com idade acima de 16 anos, tendo margem de erro de 5,41% para mais ou para menos. Na espontânea os percentuais dos candidatos do PSDB e do PT não se alteram, mantendo o empate técnico, enquanto o candidato do PPS cai para 25,67% das intenções de votos, sendo que 12,99% não sabem ou não responderam.
No quesito de rejeição, Manezinho tem a maior entre os entrevistados com 30,33%, seguido por Viana com 29,33% e Catarino com 23,33%, enquanto 9% não rejeitam nenhum dos três candidatos e 8,01% não responderam ou não sabem.
DIVERGÊNCIAS
O Diário MS publica na edição de hoje os gráficos do Ipems/MidiaNews/Primeira Hora e da Atlas Pesquisa, nos quais estão constatadas as divergências. O candidato Manoel Martins, comparando as duas pesquisas, mantém o equilíbrio nos resultados: 32,67% (Ipems) e 32,4% (Atlas). Catarino apresenta uma diferença de 9,6% pontos percentuais entre os dois resultados: 33,6% (Atlas) e 26% (Ipems).
Já o candidato do PT, Luiz Viana, aparece com uma larga diferença de um para outro gráfico: 16,4% (Atlas) e 28,6% (Ipems), o que representa 12,2% pontos percentuais. Segundo informações, em pesquisas anteriores, Viana mantém-se na faixa percentual convergente com a do Ipems. O número de entrevistados também se assemelha, sendo 300 pelo Ipems e 250 pela Atlas, com margem de erro para mais e para menos, praticamente a mesma (5,95% da Atlas e 5,41% do Ipems).
 
 
 
Diário MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

COMOÇÃO NAS REDES SOCIAIS
Morte de criança de 11 anos e de universitária em batida de carro causa comoção
IMAGENS FORTES
Homem se joga dentro de carro em chamas e morre após suposta traição da mulher
MENORES INFRATORES
Família de motorista de aplicativo rastreia carro e ajuda a desvendar crime bárbaro
POPULAÇÃO AGIU
Deficiente físico que vendia amendoim é assaltado
CAMPO BELO RESORT - PACOTE DIA DAS MÃES
Campo Belo Resort com pacote especial para Dia das Mães, confira e faça sua reserva
REVOLTANTE
Menina de seis anos que sumiu enquanto dormia é achada morta
100 GREVE
Governo fecha acordo com caminhoneiros e evita paralisação
CRÔNICA DA SEMANA
CRÔNICA DA SEMANA: 'Precisamos redescobrir o Brasil', por Luciano Gazola
CRUELDADE
Criança tinha o pênis amarrado com elástico e era torturada pelo pai e a madrasta
MORTE TRÁGICA
Adolescente de 13 anos morre após sofrer queda de bicicleta