Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 17 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Pesquisa mostra André com 54% e Zeca do PT com 37%

26 Jul 2010 - 09h08Por Campo Grande News
Pesquisa divulgada hoje pelo Ibrape e jornal Correio do Estado coloca o governador André Puccinelli (PMDB) com 17 pontos percentuais na frente de Zeca do PT na corrida pelo governo do Estado.

De acordo com os dados, André teve 54% das intenções de voto. Já Zeca alcançou 37%. Nei Braga (PSOL) conquistou 1% das intenções. Os votos brancos somam 2% e os indecisos são 6%.

A pesquisa ouviu 1.119 eleitores entre os dias 15 e 18 de julho em oito regiões de Mato Grosso do Sul.

Segundo a pesquisa, como André possui mais da metade dos votos em relação aos concorrentes e tem números para se eleger no primeiro turno se as eleições fossem hoje.

Na pesquisa espontânea, quando o eleitor indica o candidato sem ter como base a lista de nomes dos candidatos André aparece na frente com 36%. Zeca do PT contabiliza 22% das intenções, diferença de 14 pontos, menor que a da pesquisa estimulada.

Na Capital os números apontam André com 58% das intenções. Zeca possui 33% dos votos. No interior André cai para 53% e Zeca sobe para 41%.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat