Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 15 de novembro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Pesquisa aponta motivos que levam pessoas a fazer sexo

1 Ago 2007 - 16h58

Depois de compilar uma lista exaustiva das 237 razões que levam as pessoas a fazer sexo, um grupo de pesquisadores descobriu que homens e mulheres jovens vão para cama por razões que são basicamente as mesmas - e que têm mais a ver com desejo do que com amor.

Rapazes e garotas que freqüentam a universidade concordaram em relação às principais razões de fazer sexo: sentiram-se atraídos pela outra pessoa, queriam experimentar prazer físico e "era gostoso", de acordo com o estudo publicado na edição deste mês da revista científica "Archives of Sexual Behavior". Expressar amor e afeição também está entre as 10 principais razões para homens e mulheres, mas ela ficou para trás diante da vencedora: "Eu me senti atraído(a) pela pessoa".

Os pesquisadores da Universidade do Texas passaram cinco anos estudando a questão. "As conclusões refutam vários estereótipos, como os que dizem que os homens só querem sexo por causa do prazer físico e as mulheres querem amor", disse Cindy Meston, professora de psicologia clínica. "Não é o que os meus achados mostram."

"Quanto mais comparamos homens com mulheres, mais vemos semelhanças", disse Irwin Goldstein, diretor de medicina sexual do Hospital Alvarado, em San Diego (Califórnia, EUA). Goldstein, que não participou do estudo de Meston, afirma que os resultados fazem muito sentido e dão apoio a evidências crescentes de que as chamadas grandes diferenças entre os gêneros só existem para valer entre pessoas com problemas sexuais.

Meston e seu colega David Buss inicialmente perguntaram a 444 homens e mulheres -- com idades entre 17 anos e 52 anos -- quais eram as razões pelas quais as pessoas fazem sexo. As respostas variavam de "É divertido", no quarto lugar entre homens e no oitavo entre mulheres, a "Eu queria transmitir uma doença a alguém", a última entre as mulheres.

Com essa lista em mãos, Meston e Buss pediram que 1.549 alunos de psicologia na universidade fizessem um ranking dessas razões, numa escala de um a cinco, levando em conta como elas se aplicavam à sua experiência de vida. "Nenhuma das diferenças entre os sexos foi muito grande", disse Meston. "Os homens tendiam a ser mais oportunistas em relação ao sexo; assim, se havia uma chance de ir para a cama, eles a agarravam com um pouco mais de disposição que as mulheres. E elas tendiam mais a fazer sexo porque sentiam a necessidade de agradar o parceiro."

 

 

 

G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto
TRAGEDIA
Ex-prefeito é morto pelo pai após ser confundido com assaltante
ACIDENTE DE TRANSITO
Caminhão passa por cima de veículos e explode em grave acidente
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Marilda (Letícia Spiller) é flagrada nua e finge ser uma assombração
BNDS
“Se não abrir a caixa preta do BNDES, está fora!”, diz Bolsonaro sobre Levy
FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos