Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 21 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Pesquisa aponta motivos que levam pessoas a fazer sexo

1 Ago 2007 - 16h58

Depois de compilar uma lista exaustiva das 237 razões que levam as pessoas a fazer sexo, um grupo de pesquisadores descobriu que homens e mulheres jovens vão para cama por razões que são basicamente as mesmas - e que têm mais a ver com desejo do que com amor.

Rapazes e garotas que freqüentam a universidade concordaram em relação às principais razões de fazer sexo: sentiram-se atraídos pela outra pessoa, queriam experimentar prazer físico e "era gostoso", de acordo com o estudo publicado na edição deste mês da revista científica "Archives of Sexual Behavior". Expressar amor e afeição também está entre as 10 principais razões para homens e mulheres, mas ela ficou para trás diante da vencedora: "Eu me senti atraído(a) pela pessoa".

Os pesquisadores da Universidade do Texas passaram cinco anos estudando a questão. "As conclusões refutam vários estereótipos, como os que dizem que os homens só querem sexo por causa do prazer físico e as mulheres querem amor", disse Cindy Meston, professora de psicologia clínica. "Não é o que os meus achados mostram."

"Quanto mais comparamos homens com mulheres, mais vemos semelhanças", disse Irwin Goldstein, diretor de medicina sexual do Hospital Alvarado, em San Diego (Califórnia, EUA). Goldstein, que não participou do estudo de Meston, afirma que os resultados fazem muito sentido e dão apoio a evidências crescentes de que as chamadas grandes diferenças entre os gêneros só existem para valer entre pessoas com problemas sexuais.

Meston e seu colega David Buss inicialmente perguntaram a 444 homens e mulheres -- com idades entre 17 anos e 52 anos -- quais eram as razões pelas quais as pessoas fazem sexo. As respostas variavam de "É divertido", no quarto lugar entre homens e no oitavo entre mulheres, a "Eu queria transmitir uma doença a alguém", a última entre as mulheres.

Com essa lista em mãos, Meston e Buss pediram que 1.549 alunos de psicologia na universidade fizessem um ranking dessas razões, numa escala de um a cinco, levando em conta como elas se aplicavam à sua experiência de vida. "Nenhuma das diferenças entre os sexos foi muito grande", disse Meston. "Os homens tendiam a ser mais oportunistas em relação ao sexo; assim, se havia uma chance de ir para a cama, eles a agarravam com um pouco mais de disposição que as mulheres. E elas tendiam mais a fazer sexo porque sentiam a necessidade de agradar o parceiro."

 

 

 

G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos