Menu
SADER_FULL
domingo, 19 de janeiro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER BET
Brasil

Pelo menos 50% dos policiais militares fazem "bicos"

27 Jul 2004 - 10h55
Pelo menos 50% dos policiais militares de Mato Grosso do Sul, o que corresponde a 1,6 mil dos 3,2 mil que formam a coorporação, fazem bicos como seguranças de estabelecimentos comerciais, de eventos e até mesmo pessoal, segundo informação do relações públicas da Associação de Cabos e Soldados de Mato Grosso do Sul, Amauri Braga de Oliveira.
Segundo o dirigente, "essa situação é ruim para o próprio policial, que abre mão do descanso para garantir o sustento em casa, e pior ainda para a população, considerando que o rendimento desses profissionais no policiamento acaba comprometido".
Hoje, a média salarial dos policiais é de R$ 850,00 líquidos. No caso de iniciantes, R$ 750,00, considerando descontos previdenciários e de plano de saúde. “Se o policial tiver dois ou três filhos e não fizer bico não sobrevive”, diz Braga.
Há dois meses a associação remeteu ao Comando da Polícia Militar projeto que estabelece 40 horas de carga horária semanal e remuneração por horas-extras. “Hoje chegamos trabalhar a 80 horas em períodos como carnaval”, diz.
A categoria também questiona a disparidade em relação aos vencimentos de policiais rodoviários federais, de R$ 3,7 mil em início de carreira e federais, de R$ 4,2 mil. “Mais de 75% da massa carcerária quem coloca no presídio é a Polícia Militar”, afirma Braga.
Segundo informações da Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública, não existe no estatuto da categoria determinação que proíba ou legalize a atividade fora da corporação. Porém, também não pede dedicação exclusiva, embora eticamente isso seja proposto.
Embora não haja impedimento para os bicos, como servidor público o policial não pode ter outro vínculo empregatício, nem prejudicar a atividade operacional da instituição, preocupação que surge por conta do cansaço que a dupla jornada gera.
A assessoria de imprensa do Comando da Polícia Militar informou que atividades complementares, como os chamados "bicos" são irregulares. A assessoria se negou a fornecer cópia do estatuto que regulamenta a profissão, alegando que o documento pode ser consultado na internet. Sobre o projeto de pedido de horas extras, o serviço de relações públicas do Comando informou que “o projeto vai percorrer o caminho normal e está junto à Governadoria”.
 
 
 
Campo Grande News

Deixe seu Comentário

Leia Também

REALITY SHOW 2020
'BBB 20': conheça os participantes do programa; lista tem famosos da internet
FUJA DO PREJUIZO
Saiba como renegociar planos de celular, TV a cabo e internet
NOVA ANDRADINA - TURISMO
Ciclistas de Nova Andradina pedalam mais de 750 km para chegar ao litoral catarinense
FÉRIAS DOS FAMOSOS
De biquíni, filha de Glória Pires ostenta corpão em férias
CAMPO BELO RESORT - PACOTE ESQUENTA
Esquenta de Carnaval é no Campo Belo Resort, confira o pacote e faça sua reserva
CANCELAMENTO DE BOLSA FAMILIA EM 2019
Governo federal cancelou 1,3 milhão de benefícios do Bolsa Família em 2019 por irregularidades
CELULAR
Brasil é o 3º país em que pessoas passam mais tempo em aplicativos
A CASA CAIU
Mulher acha que marido morreu, busca detetive e descobre traição: 'Agora é ex'
LUTO - IASD
Morre primeiro líder máster de desbravadores investido no Brasil
OVNI OU SATÉLITE?
Objetos não identificados no céu chamam a atenção de moradores