Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 20 de abril de 2019
SADER_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Pedreiro mata ex-sogro e se suicida em Dourados

25 Jun 2007 - 10h20
Uma tragédia foi registrada em Dourados por volta de 22h40 de sábado, quando um pedreiro, à procura de sua ex-companheira, exaltado, acabou fazendo o irmão da ex-mulher de refém, mais tarde trocado pelo ex-sogro – assassinado a tiros pelo ex-genro – e depois se suicidou com um tiro na cabeça.

Segundo os primeiros levantamentos efetuados pela Polícia Civil, Luciano Pereira da Costa, 28, chegou à Rua Floriano Brum, na Vila Índio, esquina com Rua Ivinhema, residência do ex-sogro, Renato Muniz da Silva, de 32 anos, padrasto de sua ex-companheira, procurando pela mulher.

A ex-companheira não estava na residência e, bastante exaltado, Luciano acabou se fechando em um quarto da residência com um revólver na mão, fazendo o ex-cunhado, um adolescente de 17 anos, de refém. Ele queria reatar o casamento e disse que somente soltaria o adolescente se sua ex-companheira, Sheila Gomes de Oliveira Santos, voltasse.

A família acabou negociando com Luciano e Renato se ofereceu para ficar no lugar do enteado, até que a garota chegasse, numa tentativa de demover o pedreiro das ameaças. O acusado aceitou a troca e os dois homens ficaram trancados em um quarto da residência.

A Polícia Militar foi acionada, chegou ao local, porém, antes mesmo do início das negociações, ouviram-se disparos de arma de fogo no interior da casa. Os policiais entraram e encontraram os dois homens caídos, um aos pés do outro, Renato apresentando duas perfurações de arma de fogo no tórax e Luciano uma no lado esquerdo da cabeça, próximo ao ouvido.

A perícia constatou as perfurações e apreendeu, próximo à mão esquerda de Luciano, um revólver calibre 38, com várias cápsulas deflagradas. O perito Jean Cleber Dourado efetuou o levantamento pericial das duas mortes, que será anexada ao relatório do inquérito, de homicídio seguido de suicídio.

Familiares de Sheila informaram que a separação do casal foi motivada por agressões contínuas do marido, que não aceitava o fato. Ela chegou a denunciar Luciano na Delegacia da Mulher e estaria recebendo constantes ameaças por parte do ex-companheiro.

A tragédia aconteceu nas imediações de uma festa junina que acontecia naquele bairro e muitas pessoas se aglomeraram em frente à residência onde aconteceu o homicídio seguido de suicídio. Segundo as informações, o adolescente foi abordado pelo homicida na festa junina e levado para a residência do ex-sogro.
 
 
Diário MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - DICA AGÊNCIA ECO TOUR
Confira agora os 5 passeios mais românticos de Bonito (MS)
EM ÁUDIO VAZADO
Em áudio, Onyx diz que governo deu 'uma trava na Petrobras', caminhoneiros podem ficar sossegados
EMOÇÃO E RECOMEÇO
Mãe e filho se reencontram em hospital após desabamento de prédios
ACIDENTE FATAL
Três morrem em explosão provocada por vazamento de botijão de gás
NOVA PARALISAÇÃO
Ala dividida de caminhoneiros falam em greve no próximo dia 29 em todo o Brasil
CAMPO BELO RESORT - PARAÍSO É AQUI
Com noite Árabe e Italiana, PACOTE do dia 03 a 05 de maio já disponível para o Campo Belo Resort
NEGLIGÊNCIA FUNCIONAL
Menino de 12 anos foge de casa, burla esquema de segurança e embarca em avião
DEU RUIM
Vítima reage e mata assaltante que tentava roubar camioneta em Toledo – ASSISTA VÍDEO
PAI MONSTRO
Pai é preso suspeito de estuprar e engravidar a filha de 11 anos
15 METROS DE ALTURA
MILAGRE – Menina de um ano que caiu do 4º andar de prédio não sofreu nenhuma fratura