Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 20 de novembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Pedreiro é assassinado a tiros em Dourados

29 Mar 2007 - 08h11
Foi morto na tarde desta quarta-feira, com dois tiros na cabeça, o pedreiro Orlando Rossi Júnior, 34. O crime ocorreu por volta das 15h40 no quintal da casa dele, localizada na rua Projetada “A”, n.º 48, na Vila Anete, bairro que fica anexo ao Jardim Canaã I, onde quatro pessoas de uma mesma família foram mortas na madrugada de domingo. De acordo com moradores da vila, Orlando foi executado por um menor de 16 anos, que logo após efetuar os tiros com um revólver calibre 38, fugiu da área.

Desde o dia 19 deste mês, são nove assassinatos na cidade. O envolvimento de menores nos crimes é um agravante. Em pelo menos quatro casos há envolvimento de menores, como vítimas ou autores.

A companheira de Orlando, Eliane Benites, 27 anos, contou que convivia com o pedreiro havia oito meses. Ela disse que estava tomando tereré com o companheiro nos fundos da casa quando o menor, que reside ao lado, chegou por trás deles e disse “Juninho isso é para você deixar de ser cagüeta”. Alcagüete é o termo dado a pessoas que denunciam criminosos.
 
 
 
 
Diário MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem que matou filho para defender a nora comete suicídio
INJUSTIÇA
Familiares prestam homenagem a laçador de cães que morreu após ser hostilizado
FORAGIDO
Mulher é morta a facadas pelo ex-marido, que não aceitava fim de relacionamento
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Valentina conta a Egídio que Gabriel é filho dele
CRUELDADE
Idosa de 106 anos é assassinada a pauladas no Maranhão
NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
ASSASSINATO
Câmeras flagram dupla efetuando mais de 30 tiros contra homem; veja o vídeo
TRISTEZA
Menino de 10 anos comete suicídio após a prisão do pai
MALDADE
Câmera de segurança flagra homem colocando fogo em casinha comunitária para cachorros
FATIMASSULENSES EM UBATUBA (SP)
Fatimassulenses, alunos do Vicente Pallotti fazem curso de biodiversidade marinha em Ubatuba (SP)