Menu
SADER_FULL
sábado, 15 de dezembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

PEC muda as regras para suplente de senador

13 Jul 2004 - 10h33
A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania está analisando a Proposta de Emenda à Constituição 273/04, do deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ), estabelecendo que serão considerados suplentes de senador os candidatos mais votados e não eleitos; alterando a nova Constituição Federal.
A PEC determina ainda mandato de seis anos para os Prefeitos, Vice-Prefeitos e Vereadores, eleitos em 2004 e trata da coincidência de mandatos para os cargos eletivos no âmbito da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.
Roberto Jefferson afirma que o suplente de Senador que substituirá o titular, em caso de impedimento ou vacância, será o candidato mais votado e não eleito. "Dessa forma, o suplente exercerá o seu mandato com legitimidade e independência, uma vez que a sua chegada à Câmara Alta resultará, não de uma mera indicação nepotista ou negocial, mas da escolha direta dos eleitores de seu estado", afirma o deputado.
 
Agência Câmara

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Robério beija Marcos Paulo e a agride ao descobrir que ela é trans
DESTAQUE MUNDIAL
Dois brasileiros estão no Top 50: melhores professores do mundo
JUSTIÇA - WHATSAPP
Administradora de grupo no WhatsApp, foi “condenada” á pagar 3 mil por discussão de membros
DICAS DE SERVIÇO DE HOSPEDAGEM NA WEB
Vai criar um blog ou um site?, saiba aqui tudo sobre o serviço de hospedagem
ALERTA NA NET
Golpe no WhatsApp engana usuários ao prometer brindes falsos de Natal