Menu
SADER_FULL
terça, 22 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

PEC cria carreira de administrador municipal

22 Set 2004 - 16h27
A Câmara vai analisar a Proposta de Emenda à Constituição 317/04, apresentada pelo deputado Sandro Mabel (PL-GO), que acrescenta artigo ao Ato das Disposições Constitucionais Transitórias para instituir a carreira de administrador municipal.
De acordo com a PEC, os profissionais deverão ter diploma de bacharel em Administração, e serão selecionados por meio de concurso público de provas e títulos. As normas de organização da carreira e o número de cargos em cada município, de acordo com a respectiva população, serão definidos por lei federal.

Falta capacitação
Lembrando que o Brasil tem mais de cinco mil municípios, o autor do projeto afirma que grande parte das prefeituras não dispõe de pessoal capacitado, o que facilita a pressão de grupos de interesse no processo decisório. "Além disso, devido a essa deficiência organizacional, muitas prefeituras recorrem a consultorias privadas para a elaboração de seus projetos, elevando o custo da máquina governamental e prejudicando a consolidação da política de formação de recursos humanos", afirma o parlamentar.
Para Mabel, a contratação de administradores selecionados por concurso público, como prevê a PEC, aperfeiçoará a gestão pública municipal. "Os referidos profissionais estarão qualificados em nível acadêmico-científico e legalmente aptos para desempenhar a vital missão de formulação e implementação de políticas públicas", acrescenta.

Atribuições
De acordo com a Lei 4769/65, que regulamenta a profissão de técnico de Administração, são privativas daqueles profissionais as seguintes atividades: elaboração de pareceres, relatórios, planos, projetos, arbitragens, laudos, assessoria em geral, chefia intermediária e direção superior; e realização de pesquisas, estudos, análise, interpretação, planejamento, implantação, coordenação e controle dos trabalhos nos campos da administração.

Tramitação
A PEC será encaminhada à Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania para exame de constitucionalidade. Se aprovada, segue para análise de uma comissão especial de deputados e, em seguida, para dois turnos de votação em Plenário.
 
 
 
Agência Câmara

Deixe seu Comentário

Leia Também

RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai