Menu
prefeitura VICENTINA Março 2019
quarta, 20 de março de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

PC encontra em SP criança desaparecida há três anos em Jateí

28 Abr 2007 - 10h07

A Polícia Civil de Jatei/MS concluiu e localizou o caso da criança que foi subtraída pelo pai, na porta da escola, que estava desaparecida e procurada pela mãe, desde dezembro de 2004.


De acordo com a Autoridade Policial daquela DP, foi noticiado que em 09/12/2004, Zilda Aparecida Gonçalves procurou a Delegacia de Polícia Civil de Jatei/MS, noticiando que ABDON GOMES DE SALES (ex-marido), naquela data, pegou seu filho (9 anos) durante a saída da aula, levando-o para morar consigo em lugar ignorado. Foi registrado uma ocorrência policial (066/2004) e o Termo Circunstanciado de Ocorrência número 046/2004, pela prática do crime de Subtração de Incapaz (art. 249 do Código Penal), o qual foi concluído e encaminhado ao Poder Judiciário da Comarca de Fátima do Sul – MS.



No dia 28/03/2007 Zilda Aparecida procurou novamente a Delegacia de Polícia Civil noticiando os fatos à Autoridade Policial, solicitando informações sobre o caso, tendo em vista não ter sido localizado seu filho.



Diante dos fatos, o Delegado de Polícia Marcelo Renato Rodrigues de Lima Alonso, recém nomeado no cargo de Titular daquela unidade, deu início à novas investigações. O Delegado verificou distribuição no Poder Judiciário de Fátima do Sul de ação de busca e apreensão proposta pela Defensoria Pública, na qual já havia várias tentativas de localizar ABDON, utilizando-se de seus endereços existentes no Cartório Eleitoral, na Receita Federal, fornecido por parentes, todas infrutíferas, o que motivou o arquivamento do processo.



Diante dos fatos, a Autoridade Policial solicitou informações e contou com a colaboração da Secretaria de Educação, constatando que a criança procurada estaria matriculada e cursando a 5ª série na Capital do Estado de São Paulo, no bairro Jardim Ângela, região de Santo Amaro. Com base nas informações, o Delegado representou pela expedição de busca e apreensão junto ao Poder Judiciário da Comarca de Fátima do Sul, sobrevindo parecer favorável da Promotora de Justiça sendo de pronto expedida pelo judiciário local.



De posse do Mandado de Busca e Apreensão os policiais civis, sob a coordenação da Autoridade Policial daquela DP diligenciaram até a cidade de São Paulo. No dia 18 de abril de 2007, na Capital do Estado de São Paulo, na companhia da genitora Zilda Aparecida Gonçalves, a Polícia Civil de Jatei acompanhou o cumprimento do mandado de busca e apreensão, juntamente com a Oficial de Justiça da Comarca de São paulo, apoiada por policiais militares da Ronda Escolar, na Escola Estadual. Com eficiência e celeridade foi realizada a localização, apreensão e entrega da criança à genitora.


"Não obstante às dificuldades envolvidas, pela distância e trâmites legais, os policiais civis de Jatei ficaram altamente satisfeitos com a diligência pela emoção que se seguiu no reencontro da mãe e filho, afastados do convívio há quase três anos. Estamos satisfeitos com a colaboração e pronto atendimento de todos os órgãos envolvidos nesta operação que, no desejo único, proporcionou o retorno da criança à mãe e podemos, mais uma vez, cumprir o nosso dever de bem servir e proteger nossa população", enfatizou o Delegado de Jatei, Dr Marcelo Renato.

 

 

 

Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSÉDIO SEXUAL
Homem é morto a tiros após assediar mulher casada
FATALIDADE
Mulher morre ao cair de pé de abacate e bater cabeça na linha do trem
MANIACO SEXUAL
Pai flagra estupro da filha dentro de casa usando o celular, suspeito foi preso
FAMOSIDADES
Quem era Bettina antes do R$ 1 Milhão: Ela foi professora de balé, modelo e panfleteira
MENTOR DO MASSACRE
Polícia de Suzano apreende menor suspeito de planejar ataque
INTERNADO
Criança de 4 anos cai em poço de cinco metros de profundidade
RESGATADO
Cão abandonado em ilha estava sendo comido vivo por urubus
SEXTUPLOS
Americana dá à luz seis bebês em nove minutos
TRAGÉDIA EVITADA
Garoto de 11 anos leva faca na mochila para matar colega no ônibus escolar
ALERTA AOS PAIS
Menino de quatro anos corta os pulsos em Goioerê e pode ser influência da Momo