Menu
SADER_FULL
quarta, 23 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

PB: mulher morre por não conseguir marcar cirurgia

20 Ago 2007 - 10h44

Uma paciente do Sistema Único de Saúde (SUS) de João Pessoa (PB) morreu, no domingo, depois de não conseguir marcar uma cirurgia no coração. Desde quinta-feira, os cirurgiãos cardíacos da Paraíba estão em greve.

No dia em que a greve teve início, Elisângela Ferraz, 28 anos, disse, em uma entrevista à televisão, que poderia morrer se não fosse operada com urgência. No domingo, ela teve uma arritmia cardíaca e morreu antes de chegar ao hospital.

Os cardiologistas estão em greve esperando a revisão da tabela do SUS, que, segundo eles, está defasada. Eles pedem reajuste de 25% com base na tabela. Com a paralisação, nenhuma cirurgia está sendo realizada nos três hospitais credenciados pelo SUS no Estado.

O Ministério Público informou que vai entrar com uma ação civil contra os médicos, a secretaria de saúde e os hospitais credenciados. As informações são do site de notícias da Redação Terra.

 

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

BBB 19
Vanderson é eliminado e vai prestar depoimentos sobre casos de agressão
INVESTIGAÇÃO
Mourão volta a dizer que é preciso investigar Flávio Bolsonaro e punir se for o caso
HEROI
Porteiro ganha homenagem: salvou criança de 3 anos que caiu na piscina (VIDEO)
FAMOSIDADES
Aos 67 anos, Amado Batista assume namoro com jovem de 19 anos de idade
LUTO - TV
Ator Caio Junqueira morre no Rio uma semana após acidente
ANJO DA GUARDA
Amigo dá lar a mulher que viveu 40 anos internada no HC
MAMATA
General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior
PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes