Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 18 de junho de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

PB: mulher morre por não conseguir marcar cirurgia

20 Ago 2007 - 10h44

Uma paciente do Sistema Único de Saúde (SUS) de João Pessoa (PB) morreu, no domingo, depois de não conseguir marcar uma cirurgia no coração. Desde quinta-feira, os cirurgiãos cardíacos da Paraíba estão em greve.

No dia em que a greve teve início, Elisângela Ferraz, 28 anos, disse, em uma entrevista à televisão, que poderia morrer se não fosse operada com urgência. No domingo, ela teve uma arritmia cardíaca e morreu antes de chegar ao hospital.

Os cardiologistas estão em greve esperando a revisão da tabela do SUS, que, segundo eles, está defasada. Eles pedem reajuste de 25% com base na tabela. Com a paralisação, nenhuma cirurgia está sendo realizada nos três hospitais credenciados pelo SUS no Estado.

O Ministério Público informou que vai entrar com uma ação civil contra os médicos, a secretaria de saúde e os hospitais credenciados. As informações são do site de notícias da Redação Terra.

 

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIDA SEDENTARIA
OMS alerta: Criança menor de 3 anos não deve ficar nem um minuto em tablet ou celular
HOMICIDIO X SUICIDIO
Pai que matou o filho de 4 anos e se matou não se conformava com namoro da ex-mulher
DOENÇA DO SÉCULO
Jovem de 19 anos, com depressão comete suicídio e comove amigos
ASSASSINATO CRUEL
O massacre do menino Rhuan e o silêncio da grande mídia
FAMOSIDADES
Homem discute com mulher e mata bebê de quatro meses
SOLIDARIEDADE
Bebê nasce sem os olhos e mobiliza cidade do Paraná
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai mata filho de quatro anos e se mata por não aceitar fim do relacionamento
ASSASSINATO
Marido da deputada é morto a tiros
MULHER DO PRESIDENTE
Esposa de Jair Bolsonaro cai na internet, fotos íntimas são exibidas e todos ficam sem acreditar
DOURADOS - MANIFESTAÇÕES
Dono da Havan manda 'recado' a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados