Menu
RIO_DOURADOS
SADER_FULL
Busca
SUCURI_MEGA
Brasil

Patrões têm dificuldade em reconhecer doenças ocupacionais

6 Jul 2004 - 14h52
Em entrevista ao programa Cotidiano, da Rádio Nacional, o presidente da Associação de Portadores de Doenças Ocupacionais do Distrito Federal, Clênio de Brito, disse que a maior dificuldade da pessoa que sofre doenças ocupacionais é o reconhecimento, por parte dos patrões, de que o problema do funcionário está relacionado ao trabalho.

Ele mostrou que o Ministério da Saúde divide as doenças ocupacionais em 13 grupos distintos. "Elas podem se manifestar no sistema nervoso, mental, no olho, no ouvido, nos músculos, no sangue. Podem também ser contagiosas, mas sem dúvida a mais comum é a Lesão por Esforços Repetitivos, a LER", afirmou.

 

 

Agência Brasil



Deixe seu Comentário

Leia Também

BBB 18 - Vencedora
Veja a casa de Gleici, do'BBB 18': Sister teve o pai assassinado pelo tráfico e passou fome
Concurso Público
Polícia Federal publica autorização para promover concurso público com 500 vagas
BBB 18
'BBB 18': Gleici fala sobre planos para mudar a vida após vencer o programa
Novela Global
Fim de 'Outro lado': Clara declara amor a Gael
Fatalidade
Trabalhador morre eletrocutado em propriedade rural
Tragedia
190km/h: Motorista e passageiro morrem em grave acidente
Tapetão
MP entra no caso e Palmeiras se 'arma' para anular a final do Paulistão
Macabro
Até ser descoberto, homem pedia marmita para o pai morto
VICENTINA - PAIXÃO DE CRISTO
Assista a 'Paixão de Cristo' realizada pela Paróquia Nossa Senhora dos Apóstolos em Vicentina
BBB 18 - Final
Campeã do 'BBB18', Gleici quer manter romance com Wagner: 'Lutei pra conquistar'