Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 22 de abril de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Patrões têm dificuldade em reconhecer doenças ocupacionais

6 Jul 2004 - 14h52
Em entrevista ao programa Cotidiano, da Rádio Nacional, o presidente da Associação de Portadores de Doenças Ocupacionais do Distrito Federal, Clênio de Brito, disse que a maior dificuldade da pessoa que sofre doenças ocupacionais é o reconhecimento, por parte dos patrões, de que o problema do funcionário está relacionado ao trabalho.

Ele mostrou que o Ministério da Saúde divide as doenças ocupacionais em 13 grupos distintos. "Elas podem se manifestar no sistema nervoso, mental, no olho, no ouvido, nos músculos, no sangue. Podem também ser contagiosas, mas sem dúvida a mais comum é a Lesão por Esforços Repetitivos, a LER", afirmou.

 

 

Agência Brasil



Deixe seu Comentário

Leia Também

DOENÇA DO SÉCULO
Yasmim Gabrielle, do ‘Programa Raul Gil’, se suicida após depressão
FATALIDADE
Bebê morre após ser esquecida pelo pai por três horas dentro do carro
IRRESPONSABILIDADE
Bebê de 1 aninho entra em coma alcoólico após pai dar cachaça com refrigerante
BONITO - MS - DICA AGÊNCIA ECO TOUR
Confira agora os 5 passeios mais românticos de Bonito (MS)
EM ÁUDIO VAZADO
Em áudio, Onyx diz que governo deu 'uma trava na Petrobras', caminhoneiros podem ficar sossegados
EMOÇÃO E RECOMEÇO
Mãe e filho se reencontram em hospital após desabamento de prédios
ACIDENTE FATAL
Três morrem em explosão provocada por vazamento de botijão de gás
NOVA PARALISAÇÃO
Ala dividida de caminhoneiros falam em greve no próximo dia 29 em todo o Brasil
CAMPO BELO RESORT - PARAÍSO É AQUI
Com noite Árabe e Italiana, PACOTE do dia 03 a 05 de maio já disponível para o Campo Belo Resort
NEGLIGÊNCIA FUNCIONAL
Menino de 12 anos foge de casa, burla esquema de segurança e embarca em avião