Menu
SADER_FULL
sábado, 14 de dezembro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
DIAMONT EVENTOS
Brasil

Para Resende, falsas promessas levarão Tetila à derrota

15 Jul 2004 - 17h44
 

O presidente regional do PPS, deputado federal Geraldo Resende, disse hoje à tarde que o PT vai experimentar uma grande derrota nas eleições municipais de Dourados neste ano, alimentada pelo fato de não ter cumprido promessas sociais feitas na campanha a prefeito de 2000, quando a sigla elegeu o prefeito Laerte Tetila.

Resende, que já foi aliado de Tetila e integra hoje a coligação composta, além do PPS, pelo PDT, PFL, PSDB, PMDB, PTB e PTC, falou que a candidata do bloco político a que pertence, vereadora Bela Barros (PDT), vencerá as eleições justamente em função da inércia política de Tetila.

O dirigente do PPS acusou Tetila de ter incentivado o empreguismo, perseguições a aliados e membros do próprio PT e o uso de programas sociais, ligados ao seu partido, para conseguir o respaldo político à sua administração na segunda maior cidade do Estado.

“O Tetila abusou de políticas assistencialistas e de números falsos de sua administração para se manter em evidência na política de Dourados”, disse Resende, que ressaltou que o prefeito frustrou, junto a principalmente às camadas mais pobres daquela cidade, projetos sociais prometidos em campanha.

“Ele está usando os excluídos para se manter no poder”, assinalou o dirigente do PPS. Resende lembrou que Tetila ampliou o número de servidores contratados na prefeitura daquela cidade de cerca de três mil em 2000 para mais de 5,4 mil neste ano, a maioria ligados ao PT. Ele falou também que no período Tetila ampliou a folha de pagamento na prefeitura de R$ 2,8 milhões para cerca de R$ 5,4 milhões.

“Além disso, Tetila criou taxas, ampliou os efeitos da indústria das multas e elevou os valores de tributos como o ISS e o IPTU, providências que sempre condenou antes de ser eleito”, assinalou Resende. O deputado do PPS também falou que a política de saúde adotada por Tetila culminou, nos seis primeiros meses deste ano, com pelo menos onze mortes de mulheres gestantes em função da falta de assistência médica nas unidades do gênero daquela cidade.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

FLAGRANTE
Moça é flagrada tentando levar celular na vagina para amiga na cadeia
CASSINO ONLINE
Cassino
FAMOSIDADES
Ex-panicat Carol Dias se torna especialista em finanças e junta R$ 3 milhões
BARBÁRIE
Ex-namorado é principal suspeito de matar mulher a pedradas
100 CORRUPÇÃO
Bolsonaro diz que colocará 'no pau de arara' ministro que se envolver em corrupção
Economia
Bolsonaro amplia saque do FGTS para R$ 998 e quem já tirou R$ 500 pode receber a diferença
ACIDENTE FATAL
Estudante de medicina morre em acidente violento
FÁTIMA DO SUL - ALERTA
Pedófilos se passam cantora e ameaçam crianças que mandam até nudes, caso aconteceu em Fátima do Sul
ALERTA NAS ESTRADAS
Justiça determina que PRF volte a usar radares móveis em rodovias
INCENDIO CRIMINOSO
Moça morre após ter corpo queimado em incêndio provocado por criminosos