Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 19 de dezembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Pára-quedista de MS morre após salto na Indonésia

10 Ago 2004 - 14h27
O pára-quedistas de Mato Grosso do Sul, José Henrique Campos Rondon, mais conhecido como “Jacaré”, faleceu após um salto na cidade de Ruan, na Indonésia. A informação é do presidente da federação dos pára-quedistas do Estado, Luiz Pantanal.

Conforme Pantanal, o pára-quedista estava há mais de um ano fora do Brasil. Ele trabalhava como instrutor nos Estados Unidos e há cerca de três meses foi trabalhar na Indonésia.

José Henrique participou junto com outros pára-quedistas do Estado de várias competições nacionais, chegando a conquistar o 2° Lugar no Campeonato Brasileiro de Salto de Pára-Quedas, na categoria TR4, em que quatro pára-quedistas devem fazer manobras e fazer figuras em apresentações no céu.

O corpo de José Henrique será cremado na Indonésia e será enviado para São Paulo onde moram familiares. O pára-quedista ainda será homenageado com um salto da equipe de MS, na propriedade de familiares no Pantanal. As cinzas de Rondon virão para o Estado e serão jogadas no céu durante o salto da equipe.
 
 
RMT Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

A QUE PONTO CHEGAMOS
Mãe mata o próprio filho após ser flagrada com amante pelo menino
MINÍSTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Tereza Cristina anuncia seis secretários para Ministério
FAMOSIDADES
Silvio Santos se pronuncia sobre polêmica com Claudia Leitte e reage a campanha feminista
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Sóstenes cometeu crime por amor a Luz
ABUSO SEXUAL
João de Deus se entrega para a polícia
ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'