Menu
SADER_FULL
sexta, 18 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Para Fabinho, vaga na Libertadores é o que "resta" ao Timão

20 Set 2004 - 16h56
Para o volante corintiano Fabinho, o empate contra o São Paulo por 0 a 0, no domingo, no Morumbi, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, acabou com as pretensões de sua equipe de conquistar o título.

"Todo mundo sonhava com o título, mas sabíamos que seria difícil. Agora, temos que nos concentrar pela disputa das vagas na Libertadores, pois é o que nos resta", disse Fabinho, em entrevista à rádio Jovem Pan.

O Corinthians ocupa a décima posição, com 48 pontos --dez atrás do líder Santos. Matematicamente, a equipe do Parque São Jorge ainda tem chances de ser campeão, pois pode chegar aos 93 pontos.

No clássico de ontem contra os são-paulinos, o volante recebeu o terceiro cartão amarelo e desfalca sua equipe contra o Goiás, no próximo domingo, em casa, pela 32ª rodada da competição nacional.

Sobre o empate em 0 a 0, Fabinho considerou o resultado normal. "Era um clássico. As duas equipes entraram com a mesma proposta [marcação forte], pois ninguém queria perder", completou o jogador.
 
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado
INSPIRAÇÃO
Idoso se forma em Direito aos 94 anos, após morte da esposa
POLEMICA
Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem atira em esposa e se mata com granada
SUPERAÇÃO
Pedreiro cadeirante enfrenta difilculdades e sustenta a família trabalhando em obras
GASES MORTAIS
Homem morre após segurar peidos na casa da namorada
REALITY SHOW
'BBB 19': Danrley diz ser virgem, e irmã brinca: 'Nem no signo'