Menu
SADER_FULL
terça, 23 de abril de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Para DEM e PSDB, Murilo só não disputa se não quiser

9 Jun 2010 - 17h08Por Conjuntura Online

O imbróglio político envolvendo o segundo candidato ao Senado na chapa do governador André Puccinelli (PMDB) poderá ser resolvido até o fim desta semana.

Ontem, na Assembléia Legislativa, os deputados estaduais Reinaldo Azambuja, presidente regional do PSDB, e Zé Teixeira, vice-presidente regional do DEM deram um tom conciliador para o debate em torno do nome do vice-governador Murilo Zauith (DEM) como segunda opção para concorrer ao Senado em outubro.

Ocorre que Murilo está cético em torno de sua candidatura, até porque no calor dos debates chegou a anunciar inclusive sua desistência, mas depois recuou.

A edição de ontem dos principais sites e jornais do Estado voltou a destacar a desistência do vice-governador. O que, para os líderes partidários, não passa de especulação da imprensa.

O maior impasse nisso tudo é que Murilo discorda em disputar o cargo em desvantagem, alegando que o governador André Puccinelli tem preferência pela candidatura do deputado federal Waldemir Moka (PMDB).

Azambuja e Teixeira se reuniram ontem de manhã, no gabinete do democrata, para dizer que tudo só depende exclusivamente de Murilo, uma vez que, segundo eles, o Bloco Democrático Reformista (PSDB, DEM, PPS) tem trabalhado para consolidar seu nome.

“Estamos andando e divulgando a candidatura do Murilo há seis meses, e ele só não sairá se não quiser. Acho que ele tem que de uma vez por todas sentar com o governador e acertar esses detalhes, para deixar o projeto redondo”, opinou Zé Teixeira.

Por sua vez, Azambuja garante que  prefeitos, vereadores e as principais lideranças do bloco estão dando apoio ao vice-governador. O que falta, de acordo com o tucano, é ele próprio acreditar em seu projeto político.

“O Murilo tem todo o nosso apoio, precisa é esquecer o lado do concorrente, porque aqui temos dois candidatos, o Murilo e o Waldemir Moka”, disse, destacando que as duas candidaturas estão sendo construídas com igualdade de condições.

Zé Teixeira também lembrou que Murilo é muito forte na região de Dourados e do Conesul e que tem todas as condições de vencer a disputa, independente das outras candidaturas postas.

Após a reunião entre o tucano e o democrata, o assunto dominou as discussões no plenário da Assembléia. O peemedebista Carlos Marun foi a tribuna para dizer que o projeto de reeleição de André Puccinelli está alinhavado, com a ex-prefeita de Três Lagoas, Simone Tebet (PMDB), de vice e Moka para o Senado, estando falando apenas uma posição de Murilo.

Marun advertiu  que a chapa está montada e que dificilmente haverá mudanças em sua composição, lembrando ainda que a disposição de postular o Senado partiu do próprio município de Dourados, que indicou Murilo como principal candidato da região sul do Estado.

Outros deputados se revezaram no microfones de aparte para reforçar o discurso de Marun. O líder do governo na Casa, Youssiff Domingos (PMDB), e seu companheiro de partido, Junior Mochi, também fizeram as mesmas colocações.

Os deputados da base aliada fizeram questão de lembrar pleitos passados para dizer que a eleição não está ganha e que Murilo tem todas as condições de sair vitorioso em outubro.

Marun lembrou das vitórias de Ramez Tebet, que tirou a vaga do hoje deputado estadual Ary Rigo (PSDB), à época em que o deputado era vice-governador e chefe da Casa Civil no governo de Pedro Pedrossian.

Os deputados também exemplificaram a  vitória de Delcídio em 2002, ocupando o cargo que seria, segundo as pesquisas da época, de Pedrossian.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRÔNICA DA SEMANA
CRÔNICA DA SEMANA: 'Precisamos redescobrir o Brasil', por Luciano Gazola
CRUELDADE
Criança tinha o pênis amarrado com elástico e era torturada pelo pai e a madrasta
MORTE TRÁGICA
Adolescente de 13 anos morre após sofrer queda de bicicleta
ESTAVA FORAGIDO
Homem que matou esposa na Sexta-feira Santa morre em acidente 03 dias depois
FEMINICIDIO
Advogada é assassinada a facadas por marido após discussão
100 LUZ
Giselle Itié lamenta a morte de outro ex-namorado em apenas três meses
CENSURADO
Video com ataques de Olavo a Militares é excluido das Redes de Bolsonaro
DOENÇA DO SÉCULO
Yasmim Gabrielle, do ‘Programa Raul Gil’, se suicida após depressão
FATALIDADE
Bebê morre após ser esquecida pelo pai por três horas dentro do carro
IRRESPONSABILIDADE
Bebê de 1 aninho entra em coma alcoólico após pai dar cachaça com refrigerante