Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 26 de setembro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Palocci fala em não renovar com o FMI

2 Out 2004 - 07h40
O Brasil só renova o acordo com o Fundo Monetário Internacional em março de 2005 em caso de uma crise internacional e, no momento, a única questão que pode criar problemas é a alta do preço do petróleo. A avaliação foi feita ontem pelo ministro da Fazenda Antonio Palocci, em Washington, na véspera da abertura oficial da reunião anual do FMI.

"Em setembro, quando fizemos um acordo de caráter preventivo, a nossa previsão era que esse seria o último. Naquela época tínhamos cenários prováveis e o cenário mais benigno se estabeleceu. O que pode trazer uma questão nova é uma mudança no cenário mundial", conforme publica hoje o jornal O Globo.

Palocci acredita que a alta de juros nos Estados Unidos e a redução do crescimento na China, temas que preocuparam a comunidade internacional no ano passado, não devem ameaçar o crescimento mundial. "Dentro dessas questões que eram problema, eu vejo como o único ponto de pauta o preço do petróleo", afirmou o ministro.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

HORARIO DE VERÃO
Governo federal confirma início do horário de verão para 4 de novembro
VEICULO ROUBADO
Carro roubado é arrastado por onibus; suspeito ficou gravemente ferido
AMEAÇAS
Marilia Mendonça Denuncia ameaças após aderir à campanha contra Bolsonaro
FATALIDADE
Adolescente sai para jogar futebol com amigos e morre afogado
NOVELA GLOBAL
Em 'Segundo sol', Maura fala sobre transar com homem: 'Detestei'
CORRIDA SUCESSÓRIA
Ibope mostra Bolsonaro estagnado com 28% e Haddad cresce 3 pontos e vai a 22%
FUTEBOL
Pela sexta vez Marta é eleita a melhor jogadora do mundo
FUGA FRACASSADA
Tentativa de fuga termina com agente de cadeia e detentos feridos
ASSASSINATO
Por quebrar "pacto de sangue" homem é assassinado juntamente com amigo
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Mistérios sobre passado de Karola começam a ser revelados