Menu
SADER_FULL
terça, 19 de novembro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Palmeiras vence o Flamengo pelo placar de 1 x 0

2 Ago 2004 - 07h46
Mesmo sem apresentar um grande futebol, o Palmeiras aproveitou a fragilidade do Flamengo e venceu o adversário por 1 a 0, na tarde deste domingo, em Volta Redonda (RJ), quebrando uma série de três jogos sem vitória no Campeonato Brasileiro-2004.

Além de não vencer as três últimas partidas --derrota para Paysandu (1 a 0), empate contra Figueirense (0 a 0) e novo fracasso contra o Guarani (1 a 0), respectivamente--, o Palmeiras entrou em campo tentando comprovar a competência de seu ataque, que passou em branco nesses jogos. Mas a responsabilidade de marcar o gol da vitória foi do lateral Baiano.

O Palmeiras, que chegou a liderar o Nacional-2004, evitou um distanciamento maior do Santos, o primeiro colocado --tem 34 pontos, contra 38 do rival.

Na zona de rebaixamento, o Flamengo entrou em campo promovendo a estréia do técnico Paulo César Gusmão e apostando no talento de Felipe e Júlio César, campeões da Copa América-2004 com a seleção brasileira, para tentar reverter a situação. Com a derrota deste domingo, o Flamengo tem apenas 17 pontos.

O Jogo

No Palmeiras, o técnico Estevam Soares apostou no esquema 4-5-1, com apenas um atacante, Renaldo. Com apenas 5min, o Palmeiras mostrou sua força: Renaldo ganhou a disputa com Henrique e invadiu a área do Flamengo. O chute saiu colocado, mas Júlio César fez boa defesa e evitou o gol.

O lance de perigo palmeirense deu uma idéia do que foi o início do primeiro tempo --o time paulista buscando o ataque, enquanto a equipe carioca tentava encaixar um contra-ataque.

Na tentativa de abrir o placar, o Palmeiras teve mais um lance de perigo, aos 17min, quando Lúcio arriscou de fora da área e assustou Júlio César.

Depois, o Flamengo passou a marcar um pouco melhor, tirando o espaço dos armadores palmeirenses, encarregados de municiar o atacante Renaldo. No ataque, os cariocas assustaram duas vezes. Aos 31min, num chute do zagueiro Henrique. Aos 43min, foi a vez de Athirson cabecear e Sérgio defender.

Na etapa final, Paulo César Gusmão deu mais liberdade para Felipe encostar no ataque. Aos 7min, ele fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Ibson, que não conseguiu desviar para o gol.

O Palmeiras foi mais eficiente quando chegou ao ataque. Aos 11min, Magrão cruzou para a área, Henrique tirou das mãos de Júlio César e deixou a bola livre para Baiano, que não desperdiçou e abriu o placar.

Desesperado, o Flamengo partiu para o ataque em busca, pelo menos, do empate, mas não teve força para superar a defesa do Palmeiras.

FLAMENGO
Júlio César, Henrique, André Bahia (Gilmar) e Fabiano Eller; Gauchinho, Felipe, Athirson (Júlio Moraes), Júnior e Ibson; Jean e Vinícius Pacheco (Jônatas).
Técnico: Paulo César Gusmão

PALMEIRAS
Sérgio; Baiano, Nen, Leonardo e Lúcio; Marcinho, Corrêa, Magrão, Élson (Alceu) e Diego Souza (Gabriel); Renaldo (Kahê).
Técnico:: Estevam Soares

Local: estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Juiz: Evandro Rogério Roman (PR)
Cartões amarelos: Magrão (P); Jônatas e Ibson (F)
Gols: Baiano, aos 11min da etapa final
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE AÉREO FATAL
Médico, filha e piloto são os mortos da queda de avião. Esposa está em estado gravíssimo
TRAGÉDIA AÉREA
Tragédia matou Marcela e Maysa, filhas do homem que abriu a comunicação de MS
NOVELA GLOBAL
Cinco casamentos agitam fim de 'A dona do pedaço'
PROCURADO
Interpol emite alerta vermelho para prender ator acusado de estupro que fugiu para o Brasil
ESPORTE
Os maiores ídolos da Fórmula 1
FÁTIMA DO SUL - NATAL NA CACAU SHOW
Já é Natal na Cacau Show, confira e faça sua reserva dos deliciosos panettones em Fátima do Sul
OBESIDADE MORBIDA
Mulher de 230 quilos pede ajuda: ‘Está muito difícil minha vida’
EXECUÇÃO
Adolescente grávida tem residência invadida e executada com vários disparos
TATUAGENS
Influenciadoras ganham dinheiro exibindo tatuagens para fãs
TECNOLOGIA
Conheça o Xiaomi Mi Note 10, lançamento chinês com câmera quíntupla