Menu
SADER_FULL
domingo, 25 de agosto de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Palmeiras empata com o Paraná e vê Libertadores longe

8 Out 2004 - 07h43
 
O técnico do Palmeiras, Estevam Soares, resolveu mudar o esquema, mas mesmo com dois atacantes natos não conseguiu aumentar a produtividade ofensiva do time, que ficou no empate por 1 a 1 com o Paraná, na noite desta quinta-feira, no Parque Antarctica, pelo Campeonato Brasileiro.

O resultado afastou um pouco mais o time paulista da briga por uma vaga na Libertadores-05. Com 56 pontos, ocupa a sexta colocação no Nacional - os quatro primeiros podem ir ao torneio sul-americano. O time do Paraná chegou a 37 pontos e permanece na zona de rebaixamento.

Ao contrário do esperado, o treinador palmeirense resolveu iniciar a partida com o atacante Renaldo na equipe, em lugar do meio Diego Souza, que havia treinado como titular para substituir Elson (com inflamação no joelho direito).

Desta forma, Estevam abriu mão do esquema com apenas um atacante fixo. Pedrinho foi recuado para sua posição de origem, como meia, e Renaldo e Osmar jogaram à frente.

Com a nova formação, o Palmeiras começou pressionando no primeiro tempo. Mas o gol acabou saindo dos pés de um defensor. Aos 12min, Correa rolou a bola para Baiano em cobrança de falta e o lateral chutou forte, de fora da área, no ângulo esquerdo do goleiro Flávio.

O time da capital seguiu melhor em campo, tomando a iniciativa, diferentemente do que aconteceu na última rodada, quando perdeu para o São Paulo por 2 a 1. Apesar disso, teve alguma dificuldade para chegar ao gol rival - o Paraná limitava-se aos contra-ataques.

As melhores chances vieram no final. Aos 43min, Correa deu de calcanhar para Claudecir, que chuta forte da entrada da área para defesa de Flávio. Aos 45min, Corrêa levantou a bola em cobrança de falta e Claudecir, de cabeça, colocou rente à trave.

Na segunda etapa, o Paraná voltou melhor e chegou a pressionar no início. Aos 14min, acertou o travessão de Sérgio em uma cabeçada. Aos 28min, o time paranaense acabou empatando. Etto recebeu dentro da área e chutou cruzado da direita.

Mesmo com as entradas de Kahê no lugar de Renaldo e de Diego Souza na vaga de Claudecir, o Palmeiras não conseguiu se encontrar em campo. No final, Estevam ainda tentou mudar o panorama com a entrada do jovem atacante Zé Eduardo, de 16 anos - completa 17 ainda neste mês -, no lugar do lateral Lúcio, mas não houve tempo para reação.

Os palmeirenses voltam a jogar somente no dia 17, quando enfrentam o Juventude em Caxias do Sul - Claudecir e Baiano, que levaram o terceiro amarelo, estão fora. No mesmo dia o Paraná faz clássico contra o Atlético-PR.

 


Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

A CASA CAIU
Homem pede divórcio ao descobrir que não é pai de nenhum dos nove filhos
ESTADO GRAVE
Homem ateia fogo em mulher e filha de 4 anos 80% do corpo queimado
SURPRESA E FÉ
Homem que morava em uma barraca ganha casa reformada
JUSTIÇA PROPRIAS MÃOS
Suspeito de ter estuprado criança é assassinado por lideranças de bairro
ASSISTA A REPORTAGEM
Família da modelo Mylena Mendes, que morreu em acidente faz protesto no Fórum
NOVELA GLOBAL
Régis confessa que forjou DNA de Arthur em 'A dona do pedaço'
FOGO NA AMAZONIA
Macron diz que Bolsonaro mentiu, e Europa ameaça retaliar Brasil
TURISMO
Curtir a Cidade Maravilhosa com pacotes de viagens baratos
FUTEBOL - PAIXÃO NACIONAL
Uma estrutura confiável para resultados de futebol
POSSE DE ARMA
Posse de arma em toda extensão da fazenda é aprovada e segue para sanção