Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 21 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Palmeiras e Botafogo enfrentam-se hoje no Maracanã

6 Set 2007 - 10h57
Sem poder contar com Pierre e Makelele, suspensos, e ainda sem saber se Valdivia terá condição de iniciar a partida desta quinta-feira, contra o Botafogo, no Maracanã, Caio Júnior está atento também aos desfalques do adversário. Túlio, Luciano Almeida, Jorge Henrique e Diguinho, suspensos, e Zé Roberto, machucado, são as ausências botafoguenses. O treinador do Palmeiras, inclusive, vê semelhanças entre os momentos dos dois times.

"Não gosto muito dessa questão de favoritismo. É um clássico onde as duas equipes vivem momentos parecidos, até mesmo na questão dos desfalques. Perdi minha dupla de volantes, que se encaixou muito bem, e o Botafogo também têm algumas perdas. Por estes fatores, acredito em um jogo equilibrado - diz Caio, sem citar que as duas equipes vêm de goleadas sofridas na última rodada, o Palmeiras de 5 a 0, diante do Cruzeiro, e o Botafogo 3 a 0, contra o Grêmio”.

O comandante do Verdão exalta a qualidade do elenco do adversário. “O Dodô é um jogador que desequilibra em um lance, assim como o próprio Lúcio Flávio, que foi meu atleta e é perigoso na bola parada. O Botafogo realmente tem alguns jogadores diferenciados, mas nós também temos. Não é a toa que estamos nas colocações que estamos”.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos