Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 22 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CONTAINER
Brasil

Palmeiras diz não temer "reviravolta" no caso do Mundial de 1951

27 Abr 2007 - 15h48
Com festa agendada e até estrela no distintivo em projeto, o Palmeiras se mostra despreocupado com o anuncio da Fifa de que o clube paulista ainda não é oficialmente o primeiro time campeão mundial, pela conquista da Copa Rio de 1951.

Na quinta, a entidade máxima do futebol disse que o caso precisa passar ainda pelo seu Comitê Executivo, que se reunirá no fim de maio.

Os palmeirenses se apoiam em um documento recebido via fax da CBF, com a assinatura de Urs Linsi, secretário-geral da Fifa, que dizia que a Copa de 1951 fora o primeiro Mundial, e dizem acreditar que a reunião apenas ratificará a conquista.

"Oficiosamente sabemos que o caso vai para o Comitê Executivo, o que acho absolutamente natural. Não existe receio nenhum por parte do Palmeiras. Temos uma carta em que o secretário-geral confirma o título. Isso está escrito", disse à Folha Online Antônio Carlos Corcione, assessor da presidência do clube.

"Não vejo possibilidade de a Fifa voltar atrás. Seria um verdadeiro papelão se eles mandassem um comunicado para depois não aprovarem. A questão é que a reunião do Comitê Executivo estava agendada depois da data em que eles nos informaram. Não vejo problema nenhum nessa tipo de burocracia", continuou o dirigente.

O time do Parque Antarctica anunciou no último dia 30 de março que a Fifa havia homologado a conquista. Desde 2001, o time paulista trabalhava nos bastidores pelo reconhecimento da conquista.

A diretoria do clube já até agendou a festa da conquista para o dia 21 de julho --o jogo que deu o título aos palmeirenses em 51, contra a Juventus, da Itália, foi disputado no dia 22.

"A festa será feita de qualquer maneira, já que a Copa Rio não precisa ser homologada, pois foi um torneio que existiu e merece ser celebrado", disse Corcione, que ainda afirmou que a conquista palmeirense incomoda os rivais.

"Isso gerou uma grande ciumeira. Até o Pelé andou falando besteiras", finalizou, em referências aos comentários do ex-jogador que disse que "o Santos fez vários torneios assim [como a Copa Rio], então teria uns cinco ou seis títulos mundiais".
 
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'