Menu
SADER_FULL
quarta, 17 de outubro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
DR. SHAPE
Brasil

Palmeiras defende invencibilidade no Parque Antarctica

24 Jul 2004 - 07h14
Invicto no Parque Antarctica há 19 partidas, o Palmeiras aposta em seu retrospecto dentro de casa para vencer e voltar a ter chances reais de abraçar a liderança.

Nos sete jogos que realizou em casa neste Nacional, o clube obteve um aproveitamento de 71,4%, com quatro vitórias e três empates.

O fato de estar invicto em seus domínios faz Estevam Soares ficar confiante. "Perdemos pontos importantes aqui, como no empate contra o Vasco. Mas as equipes sentem a pressão de jogar na casa do adversário quando o mandante mostra sua eficiência", afirma o técnico.

O confronto deste sábado coloca em campo as duas equipes com menos derrotas no Brasileiro-2004: três cada.

"É um número expressivo dado o equilíbrio do campeonato. Por isso considero esse jogo como divisor de águas. Se perdermos, podemos cair para quinto ou sexto. Em caso de uma vitória, poderemos voltar à liderança", declara Estevam.

Após o jogo deste sábado, o Palmeiras faz duas partidas como visitante --Guarani e Flamengo-- e só volta a jogar em casa no dia 4 de agosto, contra o Goiás.
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO NO JORNALISMO
Morre Gil Gomes, jornalista policial, aos 78 anos, em São Paulo
SELEÇÃO BRASILEIRA
Brasil vence a Argentina com gol de Miranda nos acréscimos e conquista o Superclássico
HORARIO DE VERÃO
Início do horário de verão não será adiado, informa o Planalto
IBOPE PARA PRESIDENTE
Ibope para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%
ASSASSINATO
Rapaz agride avós de adolescente que não quis namorar com ele; avó morreu
TRAGEDIA NA RODOVIA
Carro ocupado por sete pessoas se envolve em acidente; cinco morreram
REVOLTANTE
Menina de 11 anos é estuprada por detento ao visitar irmão em presídio
ACIDENTE FATAL
Douradense morre em acidente no RS
REALITY SHOW
A Fazenda 10: Ana Paula é eliminada e se manifesta contra Bolsonaro
FACÇÃO CRIMINOSA
Decapitada por Satã do PCC, jovem morreu por exigir respeito após roubo de chinelo