Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 18 de julho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

País terá número suficiente de controladores só em 2009

13 Jul 2007 - 08h15
O diretor do Departamento de Controle do Espaço Aéreo, o brigadeiro Ramon Borges Cardoso, estimou, nesta quinta-feira, que, apenas em 2009, o número de controladores estará equalizado com a demanda, que é de 600 profissionais apenas para atender as linhas já existentes. Ele recebeu nesta quinta da mão de procuradores do Ministério Público do Trabalho um relatório com 10 problemas e 40 sugestões para resolver o problema do controle do espaço aéreo.

Até o final deste ano, serão formados 351 controladores - dos quais, 64 são civis. Até dezembro do ano que vem, serão mais 240 profissionais, todos eles militares. A soma, de de 591 novos controladores até o final de 2008, seria suficiente apenas para equalizar a demanda existente.

No entanto, segundo o Procurador Regional do Trabalho, Alessandro Santos de Miranda, já há 50 pedidos de importação de aviões de grande porte, como Boeings e Airbus, e 120 autorizações para a entrada no País de 150 aeronaves de pequeno porte. "Temos que ver onde vão colocar esses aviões", disse o brigadeiro Cardoso, acrescentando que as linhas só devem ser concedidas se a Agência Nacional de Avião Civil e a Infraero concordarem que há como suportar um aumento no número de vôos. "A média mundial de crescimento do tráfego aéreo é de 8%, o Brasil cresceu 12% no ano passado e neste ano irá crescer 17%", disse ele.

Entre outras medidas, o Ministério Público recomendou o aumento no número do controladores, a formação de um quadro de reservas, melhores condições de trabalho, com redução do número de horas semanais, cumprimento do período de descanso e instrução dentro da carga horária.

Os procuradores regionais também recomendaram que a categoria seja definida como especial para o caso de legislação de greve. Ou seja, em caso de paralisação, pelo menos 30% dos controladores têm que continuar trabalhando para garantir que a população não seja prejudicada.

Além disso, pediram uma auditoria independente feita pela Organização da Aviação Civil Internacional (OACI). "Precisamos de um orgão técnico para aferir se o número de controladores por torre está adequado", disse Santos. O brigadeiro Cardoso disse que a visita do organismo internacional já está agendada para 2009.

O Ministério Público do Trabalho recomendou também que, caso seja criado um novo órgão para controlar o tráfego aéreo civil, deve ser criado um cargo com equiparação salarial do de controlador.

O brigadeiro Cardoso disse que a posição da Aeronáutica é a de que, dentro de 10 anos, seja criado esse órgão, mas que, durante esse período, os controladores militares estão aptos a fazer o controle da aviação civil também. Segundo ele, a tendência é a dos controladores civis serem gradativamente substituídos pelos militares. A explicação, segundo ele, é que a contratação de civis exige a aprovação de um projeto de lei e autorização do Ministério do Planejamento. 

 

 

Estadão 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ARREPENDEU
Ladrão devolve roupas e pede desculpas em bilhete: “Estava desesperado, não sou disso”
100 SAQUE
Governo quer que funcionário demitido não possa sacar FGTS
NOVELA GLOBAL
Maria da Paz ouve Josiane e Régis transando em 'A dona do pedaço'
SE DEU MAL
Ladrão tenta assaltar caminhoneiro arma de brinquedo e morre ao levar três tiros de verdade
COPA DO BRASIL
Athletico-PR elimina Flamengo nos pênaltis e garante vaga na semi da Copa do Brasil
COPA DO BRASIL
Com polêmica e expulsão, Internacional avança para a semifinal ao eliminar o Palmeiras
DESCARGA ELÉTRICA
Técnico de Rerigeração morre após sofrer choque ao manusear microondas
DOENÇA DO SÉCULO
Rapaz que se jogou da ponte do Rio Piquiri se despediu de amiga antes
COMOÇÃO
Jovem de 19 anos morre após contrair bactéria em parto
NOVELA GLOBAL
Josiane mata de novo em 'A dona do pedaço': saiba quem é a próxima vítima!