Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 25 de agosto de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

País poderá ter racionamento de energia em 2007 e 2008

15 Set 2004 - 16h32
O diretor do Centro Brasileiro de Infra-Estrutura, Adriano Pires, acredita que há "alto risco de racionamento de energia elétrica em 2007 e 2008".

Pires não acha que a Petrobras sozinha seja capaz de produzir o suficiente para sustentar um crescimento econômico forte ao longo da próxima década. "O Brasil é maior que a Petrobras", disse, apesar de fazer vários elogios à estatal.

De acordo com ele, a carga tributária está inibindo a entrada de novos investidores no setor de petróleo e a "intervenção governamental na fixação dos preços internos" do setor também.

"É impossível você atrair qualquer outro investidor diante de um controle político como esse", disse, em referência aos preços da Petrobras não acompanharem o mercado internacional tendo ficado acima do preço no exterior em 2003. Segundo ele isso ocorreu por objetivos fiscais do governo e por ser ano eleitoral.

Pires também avalia que há muita concentração de poder no Ministério de Minas e Energia, o que seria um fator de instabilidade já que "pode vir um outro ministro e mudar tudo".

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

A CASA CAIU
Homem pede divórcio ao descobrir que não é pai de nenhum dos nove filhos
ESTADO GRAVE
Homem ateia fogo em mulher e filha de 4 anos 80% do corpo queimado
SURPRESA E FÉ
Homem que morava em uma barraca ganha casa reformada
JUSTIÇA PROPRIAS MÃOS
Suspeito de ter estuprado criança é assassinado por lideranças de bairro
ASSISTA A REPORTAGEM
Família da modelo Mylena Mendes, que morreu em acidente faz protesto no Fórum
NOVELA GLOBAL
Régis confessa que forjou DNA de Arthur em 'A dona do pedaço'
FOGO NA AMAZONIA
Macron diz que Bolsonaro mentiu, e Europa ameaça retaliar Brasil
TURISMO
Curtir a Cidade Maravilhosa com pacotes de viagens baratos
FUTEBOL - PAIXÃO NACIONAL
Uma estrutura confiável para resultados de futebol
POSSE DE ARMA
Posse de arma em toda extensão da fazenda é aprovada e segue para sanção